Produção de petróleo e gás natural avança 4,7%

A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil, em novembro, foi superior a 2,03 milhoes de barris por dia. Esse volume corresponde a um aumento de 4,7% em relação à média diária de outubro e de 2% na comparação com o mesmo mês do ano passado. O resultado sinaliza uma produção sustentável acima de 2 milhões de barris diários, marca atingida por poucas empresas de petróleo no mundo.
Se incluído o gás natural, a produção total da Petrobras no Brasil, em barris de óleo equivalente por dia (boed), chegou a exatos 2.378.674. Esse volume é 4,2% maior que a média diária alcançada em outubro deste ano, que foi de 2.283.689 barris. Em relação à média diária total de novembro de 2009 –que inclui petróleo e gás– o aumento foi de 3%. No Amazonas, a produção de gás natural chegou a 9.876 barris por dia e de petróleo, 52.964.

Normalização dos níveis

Segundo texto veiculado pela Petrobras, o crescimento do volume extraído se deve à normalização dos níveis de produção de dez plataformas da Bacia de Campos que estavam em manutenção periódica no mês anterior. “Contribuiu para esse aumento, também, o início de produção do Piloto de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, no final do mês de outubro e a entrada de mais um poço produtor na plataforma P-40, no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos”, acrescentou.
Considerados os campos do Brasil e do exterior, a produção total de petróleo e gás natural da Petrobras atingiu a média diária de 2.620.347 barris de óleo equivalente diários (boed) em outubro. Esse volume indica um aumento de 2,5% sobre o mesmo mês de 2009 e de 3,4% em relação à produção global da Petrobras no mês anterior (outubro) quando foram produzidos 2.534.274 barris diários.
A produção diária de gás natural dos campos nacionais apresentou um aumento de 9% em relação ao mesmo mês de 2009 e de 1% na comparação com outubro, chegando a 55,28 milhões de metros cúbicos.
O volume de petróleo e gás natural proveniente dos países onde a Petrobras atua no exterior chegou a 241.673 barris de óleo equivalente por dia (boed), indicando decréscimo de 2,3% sobre novembro de 2009, em função principalmente do declínio natural em campos maduros e de ajustes na planta de processamento da Bacia Austral, ambos na Argentina. Na comparação com o mês anterior, houve diminuição de 3,6%, principalmente em decorrência de atividades de inspeção e de manutenção no campo de Akpo, na Nigéria.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email