Produção de jogos cresce mesmo com preferência local por importados

Enquanto a maioria dos telejogos produzidos no PIM (Pólo Industrial de Manaus) tem como destino o mercado nacional, o comércio de Manaus se abastece principalmente de videogames importados de países asiáticos e dos Estados Unidos. Com o foco da venda de telejogos para outros Estados, as indústrias do setor tiveram acréscimo de 73,80% nos primeiros sete meses de 2007, ante ao igual período do ano anterior, segundo os indicadores do desempenho industrial do PIM, divulgados pela Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus).
No período de janeiro a julho deste ano, foram fabricadas 66.110 telejogos, contra o número de 38.037 unidades produzidas no mesmo intervalo de 2006. No acumulado do ano passado, a quantidade fabricada foi de 192.338 aparelhos.

Do total de telejogos produzidos nos sete primeiros meses deste ano, foram vendidos 479 aparelhos para o comércio local e 41.237 tiveram como destino outros Estados, computando a venda de apenas 41.716 telejogos do montante de 66.110 unidades produzidas.

Nos sete meses iniciais deste ano, o faturamento total das vendas do setor, englobando a comercialização local e estadual, foi de US$ 4.01 milhões. Os dados divulgados pela Suframa são das empresas Ceder Eletrônica da Amazônia e Tectoy S.A.

No comércio, representantes das lojas Ramsons, Mirai Panasonic e Let’s Game explicaram que o motivo da importação é a grande demanda do consumidor por videogames das marcas Playstation e Nintendo, que não são produzidas no pólo de Manaus. A unidade da Tec Toy em Manaus, que também fabrica aparelhos de DVD, produz os videogames Master System Collection 3, o Mega Drive 3 e o DVD Karaoke DVT-G100, que também vem com games. Os preços dos produtos sugeridos pela empresa são R$ 239,00 (Master System Collection) e R$ 339,00 (Mega Drive e DVD Karaoke).

Lojistas estão apostando no Dia das Crianças

De acordo com o proprietário da Let’s Game, Raimundo Erione Oliveira, as vendas de videogames tiveram crescimento significativo neste ano em comparação com o ano passado. “Com a redução dos preços e a chegada do Playstation 3 em julho, tivemos aumento de 45% nas vendas de videogames até setembro de 2007”, assegurou. O empresário informou que os videogames vendidos na loja são comprados da China e de Miami.

Atender mercado

De olho nesse filão, o gerente da Ramsons do Studio 5, Ricardo Lira, disse que iniciou neste ano as vendas de Nintendo Wi-Fi e Playstation 2 e 3. “Compramos 1.500 videogames importados do Japão da marca Sony para atender o consumidor, que vem procurando bastante este produtos”, explicou.

Segundo o gerente da Mirai Panasonic do Amazonas Shopping, Alexandre Morais, são vendidos cerca de 180 aparelhos de videogames mensalmente somente em sua unidade. O executivo informou que no período de janeiro a setembro deste ano, a empresa obteve crescimento de 35% nas vendas de videogames, contrapondo com o mesmo intervalo do ano passado.

“Até o momento, agosto foi o melhor mês de vendas de videogames em 2007. Mas, esperamos que o Dia das Crianças e o Natal superem este período”, disse o executivo.
A Mirai comercializa videogames Nintendo Wi-Fi e o Playstation nas versões 2 e 3, importados da China, Malásia e Japão.

Projeção é incrementar vendas em até 60%

Como o videogame está entre os brinquedos mais procurados no Dia das Crianças, o comércio espera incrementar os negócios neste período. A expectativa do proprietário da Let’s Game é aumentar em 60% as vendas dos aparelhos para o Dia das Crianças, comparando ao mesmo período de 2006. “Esperamos superar as vendas do ano passado que tiveram aumento de 40%, em relação a 2005. Para isso, estamos fazendo promoções para atrair mais clientes”, garantiu Raimundo Erione Oliveira.
O empresário informou que uma das promoções é o desconto na compra à vista do Playstation 2, que é vendido por R$ 649,00 no cartão crédito.

Projeções otimistas

A projeção do gerente da Mirai Panasonic é ob

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email