Produção cai 1,7% no Amazonas

A queda também foi verificada na produção de gás natural que alcançou 2,2% em fevereiro, diz ANP

A produção de petróleo no Amazonas caiu 1,7% em fevereiro contra o mesmo mês do ano anterior, de 152.514 metros cúbicos para 147.562 metros, informou ontem a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). A produção de gás natural desceu 2,2% em um ano, de 321.650 metros cúbicos para 309.090 metros cúbicos.
Em todo o Brasil, a produção de petróleo caiu 8,5% no mês de fevereiro contra o mesmo mês do ano anterior, para 2,017 milhões de barris diários,
Contra janeiro, a queda foi de 1,8%.
A maior parte da produção (1,864 milhão de b/d) foi proveniente da Petrobras; seguida pela Statoil (75,1 mil b/d); Shell Brasil (50,2 mil b/d); BP Energy (13,1 mil b/d) e OGX (11 mil b/d). Ao todo, 23 empresas produzem petróleo no país, número que sobe para 25 se incluído o gás natural.
A produção de gás natural subiu 14,1% em um ano, para 76,5 milhões de metros cúbicos. Contra janeiro, a alta foi de 0,9%.
Segundo a ANP, 4,6 milhões de metros cúbicos de gás natural foram queimados diariamente no mês passado, uma alta de 38,7% em relação a fevereiro de 2012, o que é explicado principalmente pela realização de (TLDs) Testes de Longa Duração quando as empresas não têm como escoar o gás produzido.
A ANP informou que a produção na região do pré-sal foi de 283,1 mil barris em fevereiro, 7% a mais do que no mês anterior (264 mil b/d).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email