Procurador pede informações sobre denúncias contra Renan ao Senado

O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, já solicitou ao Senado que envie as acusações que há contra o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para o STF (Supremo Tribunal Federal). A análise do material vai considerar apenas a parte das denúncias que se referem a crimes eventualmente cometidos pelo peemedebista.
Souza quer ainda que sejam enviados os documentos que geraram as quatro representações encaminhadas à Mesa Diretora do Senado -três deram origem a processos no Conselho de Ética; a quarta ainda está na Mesa. O procurador não excluiu do material requisitado a denúncia de que Renan teria utilizado recursos da empresa Mendes Júnior para pagar despesas pessoais -que gerou a primeira representação. É que essa denúncia motivou o projeto de resolução que propôs a cassação de Renan foi rejeitado na quarta-feira pelo Senado. Em sessão secreta, Renan teve 40 votos favoráveis, 35 pela cassação, além de 6 abstenções.
Na próxima semana, o senador João Pedro (PT-AM) deve apresentar o relatório sobre as denúncias de que Renan teria cometido irregularidades nas negociações com a Schincariol. Na sexta-feira, o petista amazonense sinalizou que deve recomendar o arquivamento das acusações.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email