Procura das empresas por crédito retorna ao patamar pré-crise

A procura das empresas por crédito voltou a crescer mais fortemente no mês de julho, após ter desacelerado em junho, e retornou aos patamares antes do agravamento da crise econômica, segundo dados da Serasa.
A demanda registrou aumento de 5,5% na comparação com o mês anterior. Foi a quinta alta mensal consecutiva, “prosseguindo na trajetória de recuperação iniciada ao final do primeiro trimestre deste ano”. “Tal resultado fez com que a quantidade de empresas que buscaram crédito no país em julho superasse, pela primeira vez em 2009, o patamar verificado em outubro do ano passado, ou seja, a procura das empresas por crédito retornou ao nível pré-crise”, afirmou.
Contra o mesmo mês (julho) do ano passado, a demanda em julho apresentou recuo de 2,7%. No acumulado dos primeiros sete meses de 2009, o recuo na demanda das empresas por crédito foi de 6,1% em relação ao mesmo período de 2008.
“Vale mencionar que, por ser um semestre sazonalmente mais aquecido, a demanda das empresas por crédito deverá continuar registrando elevação ao longo do segundo semestre de 2009, diminuindo as taxas negativas de variação anual no decorrer dos próximos meses, fenômeno que também será favorecido pelas bases mais baixas de comparação”, afirmou a Serasa.
A região que apresentou o maior crescimento na demanda das empresas por crédito em julho foi o Nordeste, com elevação de 12,1% em relação ao mês anterior.
Segundo o levantamento, todas as demais regiões, com exceção da região Sul, também registraram crescimento mensal positivo em julho.
No acumulado do ano, a região Norte mantém o melhor desempenho dentre as demais regiões, registrando um recuo de 0,9% na procura de suas empresas por crédito durante os primeiros sete meses de 2009.
O Sul, seguido pelo Sudeste, são as regiões onde as quedas acumuladas na procura de suas empresas por crédito encontram-se entre as mais acentuadas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email