Pesquisar
Close this search box.

Presidente em exercício Alckmin dá prioridade à ZFM na neoindustrialização do País

Presidente em exercício da República durante sua estada em Manaus, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin,enfatizou o protagonismo do Polo Industrial de Manaus (PIM) nos planos de neoindustrialização do Brasil. 

Na 313ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), realizada na sexta-feira, Alckmin destacou indicadores positivos da economia nacional, dentro o resultado do PIB no ano passado. O presidente em exercício também ressaltou a prorrogação dos incentivos fiscais das Áreas de Livre Comércio (ALCs) e os incentivos às exportações. 

A ação preventiva para evitar prejuízos como da vazante severa e histórica do ano passado também está no radar do governo federal, segundo Alckmin. “Quero comunicar que vamos trabalhar com o ministério dos Portos para antecipar as obras de dragagens dos rios, como prevenção à futura das vazantes, como médico sei bem a importância da prevenção. Quero também parabenizar a família Suframa pelos 57 anos da ZFM”, salientou.

A manutenção das vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus (ZFM) na reforma tributária aprovada no Congresso Nacional foi um dos temas mais destacados durante a reunião no auditório da Suframa. O encontro também celebrou o 57º aniversário da Zona Franca de Manaus (ZFM) e da Suframa. 

A primeira reunião de 2024 contou com a participação do superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, do ministro de Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequena Porte, Márcio França, do governador do Amazonas, Wilson Lima, do vice-governador do Amazonas, Tadeu Silva, do senador do Amazonas Omar Aziz, do senador de Roraima Chico Rodrigues, do prefeito de Manaus, David Almeida, do vice-governador de Roraima, Edílson Lima, além de conselheiros, autoridades, parlamentares, representantes de entidades de classe e governantes da área de atuação da Autarquia.

O superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, destacou a articulação em defesa do Polo Industrial, com esforço conjunto de diversos setores do Amazonas. “A promulgação da Emenda Constitucional 132/2023 foi uma das maiores conquistas da ZFM nas últimas décadas e aqui eu ressalto o valoroso trabalho da bancada do Amazonas em prol dessa aprovação, pois o texto constitucional manteve garantias de competitividade aos produtos fabricados no nosso polo industrial. Ressalto ainda a prorrogação no Decreto-188 dos benefícios da Amazônia Ocidental e da Lei de Informática da Zona Franca de Manaus”, destacou.

Projetos

Durante o CAS foram aprovados um total de 33 projetos industriais e de serviços, dos quais 15 são de implantação, 13 são de diversificação e cinco de atualização. Os projetos representam um investimento de R$ 1,2 bilhão (US$ 249 milhões) e expectativa de gerar 1.084 novos postos de trabalho diretos. Além disso, estima-se um faturamento de R$ 6,4 bilhões (US$ 1,3 bilhão) ao final de três anos, prazo para a efetivação dos projetos.

O prefeito David Almeida destacou a presença, mais uma vez, do vice-presidente Geraldo Alckmin em uma reunião do CAS, pois isso demonstra a capacidade de crescimento e o compromisso que o governo federal possui com a Zona Franca de Manaus, que é a propulsora da economia na capital amazonense.

“A participação do presidente em exercício, Geraldo Alckmin, demonstra o compromisso que ele tem e o governo federal tem com o desenvolvimento do Amazonas, a partir do seu prestígio, da sua presença na nossa cidade, presidindo mais uma reunião. Então, isso faz com que a gente possa prospectar grandes investimentos e a segurança jurídica que tanto nós precisamos e necessitamos, para que possamos atrair novos investimentos para o nosso Polo Industrial de Manaus”, destacou o prefeito.

O empenho da presidência da república e de Alckmin para a manutenção das vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus (ZFM) no texto aprovado da reforma tributária também foram ressaltadas em vários discursos, como o do deputado federal, Sidney Leite, do presidente da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), empresário Antonio Silva e do senador Omar Aziz. “Quero também destacar a alteração no Decreto-188 que permite a Suframa autorizar a instalação de uma empresa, caso ultrapasse o prazo regimental de 180 dias para a análise e fixação de um Processo Produtivo Básico (PPB), pois havia PPBs levando anos sem ser analisado”, frisou Aziz. 

Fred Novaes

É jornalista
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar