10 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Presidente Dilma reage bem a textos americanos

Segundo fontes do governo de transição, ela “demonstrou tranquilidade e não fez nenhum comentário”.

A presidente eleita, Dilma Rousseff, recebeu com “tranquilidade” a informação de que a diplomacia dos Estados Unidos afirmou em telegrama confidencial de 2005 que ela, então recém-nomeada para a Casa Civil, “organizou três assaltos a bancos” e “planejou o legendário assalto popularmente conhecido como “roubo ao cofre do Adhemar’” na ditadura.
Segundo fontes do governo de transição, ela “demonstrou tranquilidade e não fez nenhum comentário”.
Ainda de acordo com interlocutores, não está confirmado um encontro de Dilma com o número três da diplomacia americana, William Burns, que na segunda-feira desembarca em Brasília para encontrar com o governo de transição e representantes do governo Lula.
O telegrama faz parte de um lote de nove documentos obtidos pela ONG WikiLeaks aos quais a Folha de S.Paulo teve acesso. Não há nenhuma menção à fonte da informação.
Dilma nega ter participado de ações armadas quando militou em organizações de esquerda, nos anos 60.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email