Presentes dos filhos vão até R$ 400

O comércio já se prepara para o Dia dos Pais e, segundo estudo divulgado ontem, o consumidor amazonense pretende fazer pagamento à vista e gastar entre R$ 201 e R$ 400 em presentes. Os dados são da Pesquisa de Intenção de Compra do Consumidor, realizada pela Fecomércio Amazonas.
Entre os 400 consumidores entrevistados pela federação, 230 deles – o equivalente a 57,5% – vão presentear os pais no próximo domingo de agosto. Para o varejo, a primeira data comemorativa do segundo semestre marca o começo de uma fase de aquecimento comercial. “Historicamente, o varejo se intensifica da metade do ano para o final e dessa vez não poderia ser diferente”, explica o assessor econômico da Fecomércio Amazonas, José Fernando Pereira da Silva.
A preferência nas intenções de compras é o setor de vestuário, que lidera a lista com 30,3%. Calçados, móveis e decoração, materiais de construção, utilidades domésticas e celulares vêm na sequência, com 19,0%, 4,5%, 3,5%, 2,8% e 2,3%, respectivamente.
Além dos indicadores, dos 230 entrevistados que afirmaram ter interesse em comprar algo específico para o Dia dos Pais, a maioria se divide entre roupas (54,9%) e calçados (12,0%).
O fisioterapeuta Igor Martins está entre os 1,7% dos consumidores dispostos a gastarem entre R$ 901 e R$ 1 mil em presentes. “Como o meu pai faz aniversário no final de agosto, sempre opto por algo que marque as duas comemorações”, conta. Desta vez, vai optar por um aparelho celular.
Para fugir das dívidas, o consumidor da capital amazonense tem preferido efetuar o pagamento de suas compras em dinheiro ou a modalidade débito automático – eles representam 55,7% do total. “A surpresa é o cartão de crédito, que já ultrapassou a preferência do crediário e aponta 37,3% das escolhas contra 6,5%”, aponta o especialista.
Apesar da crise enfrentada pelo comércio no Centro de Manaus, 67,0% dos consumidores entrevistados ainda preferem fazer compras na região. O principal motivo para a escolha seria os preços (48,3%), seguido das promoções (34,5%), variedade de produtos (26,5%) e variedade de lojas (22,5%).
Há, ainda, aqueles que optam pelo comércio nos bairros (20,5%) e nos shoppings da cidade (12,0%). Para esses, o que mais influencia o local onde costumam fazer compras é a localização (14,5%), seguida de segurança (9,8%), climatização (7,0%) e estacionamento (6,8%).

Comércio eletrônico deve movimentar R$ 810 milhões

O Dia dos Pais impulsionará as vendas do comércio eletrônico. De acordo com levantamento divulgado pela e-bit, o setor deve movimentar 20% a mais do que no mesmo período do ano passado, chegando a R$ 810 milhões.
De acordo com a entidade, uma das características da data deve ser a preferência dos filhos em presentearem seus pais com produtos de maior valor agregado. As categorias que devem se destacar são Informática, Eletrônico, Perfumes e Acessórios Automotivos. Isso deve manter o tíquete médio em torno de R$ 340.
Melhor do que os shoppings
O crescimento do e-commerce para a data também será superior ao registrado nos shoppings do Brasil. De acordo com a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), a expectativa é de alta de 4% em relação a 2011, enquanto que o tíquete médio das compras deverá ser de R$ 90.
Para a diretora de negócios da e-bit, Cris Rother, as facilidades que o varejo eletrônico oferece beneficia o consumidor, que pretende continuar comprando pela internet.
“De acordo com a pesquisa trimestral de intenção de compra no varejo, realizada pelo PROVAR, em parceria com a e-bit, 53,8% dos consumidores pretendem comprar no mundo off-line no período de Julho a Setembro desse ano. Ao mesmo tempo, 86,7% pretendem comprar online no mesmo espaço de tempo. Ou seja, o e-commerce ganhou espaço onde o varejo físico perdeu. Esse comportamento engloba justamente a época de Dia dos Pais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email