Prefeitura usa telemonitoramento para acompanhar Covid-19

A Prefeitura de Manaus está disponibilizando mais um recurso para fortalecer o monitoramento dos casos suspeitos e confirmados das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG), em especial da Covid-19. A partir de um sistema de telemonitoramento, os pacientes serão contactados para avaliar o estado de saúde e receber orientações quanto ao tratamento.

“É mais uma ferramenta disponibilizada pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde para fortalecer o controle do novo coronavírus. Os profissionais farão contato com os pacientes para verificar a situação de saúde e orientar sobre a importância do isolamento social”, explica o prefeito Arthur Virgílio Neto.

O telemonitoramento vai permitir a identificação de pacientes que precisem ser encaminhados para outros serviços de forma a abreviar seu atendimento ou mesmo, quando necessário, fazer a articulação com o SAMU 192 Manaus para a remoção ao serviço de saúde referenciado a receber o paciente.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, o telemonitoramento, que já está em operação, é uma complementação ao trabalho realizado pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, o Cievs, considerando o aumento de casos da Covid-19 em Manaus.

O secretário informa, ainda, que o contato com o paciente pode ser feito por telefone, WhatsApp e vídeo chamada. “A partir da lista de notificados com síndrome gripal, testados para a Covid-19 ou com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus, nossa equipe está realizando ligações programadas para monitorar a evolução clínica desses pacientes”, informa.

As ligações são feitas por uma equipe multiprofissional, no horário de funcionamento da Semsa, sob a supervisão de um médico, que poderá indicar a necessidade de uma chamada de vídeo de forma a melhor avaliar o paciente.

O serviço também vai prestar orientações para viabilizar a permanência dos usuários em casa, em cumprimento ao decreto estadual de isolamento social.

Fonte: Redação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email