16 de abril de 2021

Prefeito minimiza apoio de Lula a Tarso

Empatado com Tarso Genro (PT) na corrida pelo governo gaúcho em 2010, o prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá papel “neutro’’ como cabo eleitoral no Rio Grande do Sul

Empatado com Tarso Genro (PT) na corrida pelo governo gaúcho em 2010, o prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá papel “neutro’’ como cabo eleitoral no Rio Grande do Sul.
Pesquisa Datafolha realizada entre os dias 14 e 18 de dezembro mostra Tarso e Fogaça empatados com 30%, Beto Albuquerque (PSB) com 7% e a atual governadora Yeda Crusius (PSDB) aparece com 5%.
Entre os meses de maio e dezembro, as oscilações de Tarso (quatro pontos percentuais negativos) e de Fogaça (dois positivos) eliminaram a vantagem petista.
Mesmo no provável cenário de polarização contra o PT, Fogaça diz que não encarna o anti-Lula porque há um “arranjo federativo’’ que permite que a prefeitura e o governo federal sejam parceiros em obras e ações na capital. “Lula acabará se tornando neutro se o candidato (oponente do PT) não tem incompatibilidade. Ele pode até ter suas preferências, mas não pode se desfazer das parcerias’’, afirmou Fogaça.
Já Tarso aposta que a popularidade de Lula favoreça o PT ao conferir caráter plebiscitário tanto à sucessão nacional quando às disputas estaduais.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email