14 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Preços no atacado americano sobem 1% no início do ano

O PPI (Índice de Preços ao Produtor, na sigla em inglês) nos Estados Unidos teve alta de 1% em janeiro,

O PPI (Índice de Preços ao Produtor, na sigla em inglês) nos Estados Unidos teve alta de 1% em janeiro, contra uma deflação de 0,3% em dezembro (dado revisado). O núcleo da inflação (que exclui os preços de alimentos e energia), por sua vez, subiu 0,4% no mês passado, contra 0,2% um mês antes. Os dados foram divulgadosontem pelo Departamento do Trabalho.
O índice referente aos preços de energia teve alta de 1,5% no mês passado, após uma deflação de 3% em dezembro. Já os alimentos tiveram alta de 1,7% em janeiro, ligeira variação positiva em relação ao verificado um mês antes, 1,4%.
O índice geral de dezembro havia marcado uma forte retração em relação ao observado em novembro, quando houve alta de 2,6% (dado revisado). No mesmo mês, os preços de energia haviam registrado alta de 11,4%.
Na semana passada, o departamento havia informado que o CPI (Índice de Preços ao Consumidor, na sigla em inglês) referente a janeiro subiu 0,4%. O núcleo da inflação (que exclui os preços de alimentos e energia, muito voláteis) registrou alta de 0,3%, depois da alta de 0,2% em dezembro do ano passado.
Os temores de que a inflação pode estar despontando faz crescer o receio que o Federal Reserve (Fed, o BC americano) possa interromper sua trajetória de cortes de juros. Entre setembro de 2007 e janeiro deste ano, o banco efetuou cinco reduções na taxa, que caiu de 5,25% para 3%.
Os cortes ocorreram como forma do Fed fazer frente aos riscos de uma recessão: com juros mais baratos, o banco pretende estimular o consumo entre os americanos e a realizações de investimentos por parte das empresas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email