Preços em elevação desencorajam compra de seminovos

O Webmotors, um dos maiores marketplaces online para a venda de automóveis seminovos e usados , publicou um estudo de perfil de consumidor com base em 4,2 mil entrevistas. O site repercute que 74% dos participantes possuem ao menos um carro atualmente, outros 26% utilizam formas alternativas de transporte para locomoção.

Entre os entrevistados que contam com ao menos um veículo, 75% têm a intenção de comprar ou trocar de carro ainda em 2021 .

O Webmotors aponta que 58% dos entrevistados consideram os preços muito altos ; 29% reclamam das taxas de juros dos bancos ; 20% não conseguiram vender seus automóveis atuais para comprar modelos novos; 18% vivem momento de incerteza financeira , como desemprego; 15% apontam a indisponibilidade do modelo de interesse; 12% ressaltam valores elevados de financiamento ; 10% tem dificuldade de aprovação de crédito e 7% estão com receio de contrair a Covid-19.

Algumas medidas poderiam ajudar, segundo os entrevistados pelo Webmotors: 44% gostariam de bônus no carro atual, com 100% do pagamento da Tabela Fipe ; 40% gostariam de redução nas taxas de juros ; 32% pedem a redução de impostos como IPI e ICMS ; 31% gostariam de melhores condições de financiamento ; 14% querem pagar as primeiras parcelas apenas em 2022 ; 8% preferem comprar um automóvel 100% online

As vantagens dos carros elétricos no Brasil

Você prefere gastar R$ 275 para encher o tanque ou R$ 22 em uma recarga completa? – Foto: Divulgação

Moradores de grandes cidades já estão se acostumando com a presença de veículos elétricos. Eles devem ficar cada vez mais frequentes em nossas ruas, principalmente no segmento premium, onde a categoria deverá corresponder a 70% das vendas até 2030.

Como as vendas estão em alta, 2021 deverá ser o grande ano da categoria no Brasil. A Renault já lançou o novo Zoe e-Tech em março, a Audi importou o novo RS e-tron GT em abril e a Mini revelou o Cooper SE 100% elétrico em julho. 

Para o segundo semestre, teremos o lançamento do Peugeot 208 e-GT no fim de julho, o início das vendas do Fiat 500 elétrico em agosto e a chegada do novo JAC e-JS1 entre setembro e outubro. Outro modelo que poderá chegar ao Brasil ainda em 2021 é o Chevrolet Bolt reestilizado.

Segundo dados da ABVE (Associação Brasileira de Veículos Elétricos), o Brasil registrou alta de 29,4% nas vendas de veículos elétricos no primeiro quadrimestre deste ano. Mas por que os eletrificados estão em evidência? A startup de tecnologia e soluções de mobilidade UCorp publicou um comparativo entre modelos 100% elétricos e a combustão para demonstrar de que forma a nova tendência pode ser vantajosa.

A UCorp destaca que carros a combustão emitem, em média, 150g de gás carbônico por quilômetro rodado. Outros gases tóxicos, como monóxido de carbono, óxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, também são oriundos destes veículos.

O que carros elétricos de fato fazem pelo meio-ambiente é tirar a poluição da cidade. Portanto, podem mitigar problemas respiratórios das pessoas que moram nos grandes centros urbanos.

Outra vantagem de modelos elétricos sobre carros a combustão é a manutenção. Um modelo convencional tem cerca de 2.400 peças móveis, enquanto um veículo 100% elétrico tem apenas 250.

Outra conta que aponta a vantagem de carros elétricos sobre modelos a combustão está na economia na hora de abastecer. Considerando o valor atual da gasolina, o brasileiro gasta, em média, R$ 275 para encher o tanque. A carga completa na bateria de um veículo elétrico custa apenas R$ 22,44, considerando o valor de R$ 0,65 por quilowatt-hora.

Toyota confirma que terá novo compacto híbrido no Brasil

Toyota Yaris Cross chegará para concorrer com Renegade, T-Cross, Tracker, Creta e HR-V – Foto: Divulgação

O Toyota Yaris Cross híbrido é o modelo cotado a ser vendido no Brasil abaixo do Corolla Cross, cujas vendas estão indo bem, com 4.710 unidades em junho, conforme os dados da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos). Certo mesmo é que a marca vai trazer um modelo compacto com tecnologia híbrida flex, conforme disse o CEO da Toyota para América Latina e Caribe, Masahiro Inoe.

Ainda não há data certa para a chegada da novidade ao Brasil, mas assim que o carro for lançado passará a concorrer com o Jeep Renegede 4xe , que será importado. No caso do Toyota Yaris Cross , a ideia é montá-lo em Sorocaba (SP) com o mesmo conjunto mecânico do Corolla híbrido e sobre a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture), o que facilita a fabricação do novo Yaris.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email