Preços de imóveis residenciais têm queda recorde de 19% em janeiro

Nas 20 principais regiões metropolitanas dos Estados Unidos, os preços dos imóveis residenciais tiveram uma queda recorde de 19% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2008, de acordo com o índice Standard & Poor’s/Case-Shiller -um dos principais indicadores do mercado imobiliário americano-, divulgado ontem. Foi o maior recuo desde o início dos registros, em janeiro de 2000.
A queda contrariou as expectativas dos analistas, que previam uma queda de 18,5% -ligeiramente abaixo do indicador referente a dezembro, que mostrou queda de 18,6%.
O índice referente aos preços dos imóveis residenciais nas 10 principais regiões metropolitanas do país caiu 19,4%, também um recuo recorde.
Os preços das casas nas 20 principais regiões metropolitanas dos Estados Unidos caíram 29% desde que atingiram seu pico, em 2006; já os das dez regiões caíram 30% no mesmo período.
A confiança do consumidor registrou ligeiro avanço neste mês, após a queda recorde registrada em fevereiro, informou o instituto privado de pesquisa Conference Board.
O índice apurado pelo instituto ficou em 26 pontos percentuais neste mês, contra 25,3 no mês passado.
Mesmo com a ligeira recuperação, a avaliação do instituto é de que o pessimismo dos consumidores deve manter a confiança em baixa no curto prazo. A recuperação frustrou ainda as expectativas dos analistas, que previam um índice em 28 pontos em março.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email