7 de maio de 2021

Preço da cesta básica fica mais caro em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

O preço da cesta básica aumentou em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em abril no comparativo com o mês anterior

O preço da cesta básica aumentou em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em abril no comparativo com o mês anterior.
Os aumentos mais significativos ocorreram em Natal (12,09%), Belo Horizonte (6,55%) e Recife (6,17%). As menores variações foram verificadas em Brasília (0,57%) e Aracaju (1,80%). A única retração aconteceu em Goiânia (-0,22%).
A cesta básica mais cara continua sendo a de Porto Alegre, que subiu 4,53% no mês, para R$ 268,72, seguida de São Paulo (R$ 261,39) e Rio de Janeiro (R$ 253,13). Os menores custos foram registrados em Aracaju (R$ 184,97), Fortaleza (R$ 187,21).

Variações acumuladas

Nos primeiros quatro meses do ano, o custo da cesta básica subiu em todas as cidades pesquisadas. As maiores variações acumuladas foram anotadas no Nordeste: Recife (25,20%), Salvador (20,12%), Natal (19,98%) e João Pessoa (19,47%). As menores altas ocorreram em Fortaleza (5,79%), Brasília (6,99%), Goiânia (8,15%) e Aracaju (9,33%).
Os principais responsáveis pela alta do custo da cesta em abril foram leite, que ficou mais caro em 16 capitais, tomate, também com alta em 16, e feijão, que registrou aumento de preços em 15 cidades.
As maiores elevações do leite foram anotadas em Salvador (12,78%), Florianópolis (8,25%), Curitiba (7,56%) e Porto Alegre (7,18%). Apenas em Manaus (-1,74%), o produto ficou mais barato.
A carne, produto com maior contribuição para o custo da cesta, ficou mais cara em 11 capitais. As maiores altas ocorreram em Vitória (5,91%), Natal (5,64%) e Manaus (3,43%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email