PPI registra deflação de 1,4% em agosto

O banco vinha mantendo foco sobre os indicadores de inflação. Ontem, o Departamento do Trabalho informou que o PPI (índice de preços no atacado, na sigla em inglês) teve deflação de 1,4% em agosto, contra inflação de 0,6% em julho. O resultado do mês passado é o menor desde outubro do ano passado, quando houve deflação de 1,5%.
Outro sinal de que a economia americana pode ter entrado em um processo de desaquecimento mais intenso foi o indicador de empregos referente a agosto: no mês passado, foram fechados 4.000 postos de trabalho no país -que não via um índice negativo sobre a geração de empregos desde 2003.
O Departamento do Comércio também informou neste mês que a ligeira alta nas vendas no varejo em agosto (de 0,3%) foi impulsionada pela demanda por automóveis, que cresceu 2,8% -maior desde julho do ano passado. Excluída essa categoria, no entanto, as vendas tiveram uma queda de 0,4%, menor resultado em quase um ano. A expectativa era de um crescimento de 0,3%.
A chance de que a economia americana caia em uma recessão nos próximos 12 meses cresceu para 36%, em uma pesquisa com 52 economistas realizada pelo diário financeiro americano “The Wall Street Journal” entre os dias 7 e 10 deste mês.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email