Portuários aprovam indicativo de greve

Em decisão tomada em plenário realizada na última quarta-feira (13), em Brasília, envolvendo os sindicados filiados às três federações do setor: FNP (Federação Nacional dos Portuários), FNE (Federação Nacional dos Estivadores) e Fenccovib (Federação Nacional dos Avulsos), os sindicatos portuários aprovaram indicativo de paralisação nacional da categoria. A greve ocorrerá na próxima segunda-feira (25), contra a medida provisória 595, a MP dos Portos. Caso não haja avanço em relação às reivindicações, os trabalhadores vão cruzar os braços por 24 horas.
Em Manaus, a greve ganhou força – por meio do Setemeam (Sindicato dos Estivadores do Amazonas), que abriu uma mesa de diálogo com a entidade classista internacional: IDC (International Dockworkers Council), nos dias 14 e 15 de março, com a participação de representantes de trabalhadores portuários de mais de 11 países.
“Queremos garantir a mão de obra dos trabalhadores portuários avulsos, bem como as instalações dos Portos privados, os chamados Terminais de Uso Privativo (TUP)”, afirmou o presidente do Setemeam, Claudovaldo Farias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email