18 de maio de 2021

Por que o manauara não usa guarda-chuvas?

Essa é uma pergunta que sempre faço nas minhas aulas, nas primeira aulas de cada disciplina nas Faculdades onde leciono. Pergunta com resposta difícil. Esta pergunta me leva a várias comparações.

Quem já visitou Porto Alegre-RS, uma belíssima cidade e uma grande capital, já deve ter observado um fenômeno, nas ruas, nos períodos do “veranico de maio” e início de junho: a quantidade enorme de fumantes, nas ruas.

É consequência do clima frio da época (sim, porque no verão, as temperaturas passam facilmente dos 39 graus)? Ou é algo simplesmente cultural? Não sei, apesar de ter tentado me aprofundar nas pesquisas, orais, que realizei, há alguns anos. Uso este exemplo apenas para ilustrar. Claro que a nossa Manaus é diferente de todas as demais capitais do nosso Brasil. E sei o que escrevo, pois conheço todas, exceto Macapá, que ainda não conheci.

A nossa Manaus tem lugares incríveis e ideias fantásticas em prol da sociedade. Cito, como exemplo de destaque, as estruturas dos Parques dos Idosos: uma ideia fantástica e com resultados excelentes. Nesses locais, eu e todos os idosos de Manaus, somos recebidos como pessoas normais, e não como “velhinhos inúteis”. Recebemos atenção, conversamos com gente que entende a nossa “linguagem” e tem as mesmas recordações, temos piscinas, aulas de dança, apoio médico e psicológico, enfim, toda uma infraestrutura adequada a nós passarmos horas e horas se divertindo.

Sempre me chamou a atenção esse aspecto do Manauara: gostar de velhinhos! E isso não é comum no Brasil. Outra característica marcante em Manaus: tem festa de segunda a segunda feira. O Manauara gosta mesmo de se divertir, de viver, de comemorar a vida.

Alguns dizem que o Manauara não gosta de estudar: MENTIRA ! Sempre tive minhas salas cheias de alunos, ávidos por aprender. E em todas as Faculdades onde lecionei e leciono. Outros dizem que o Manauara não gosta de trabalhar: MENTIRA ! Basta ver a quantidade de pessoas que trabalham e produzem, na nossa cidade. A maioria esmagadora está trabalhando, ou procurando novas oportunidades. Basta ver de perto e não seguir apenas as “estatísticas” oficiais.

Nesta Pandemia, ouviu-se muita coisa de atitudes populares em Manaus. É uma pena que boas ações não vendem notícias. Mas, nos ônibus, vi, muitas vezes, jovens cederem seus lugares aos mais idosos. Enfim, o Manauara tem uma riqueza única, entre todos os povos do nosso Brasil: a receptividade, o calor humano! Na verdade, eu costumo dizer que a maior riqueza da Amazônia, é o seu povo! Guerreiro, bravo, simples, atencioso. Mas, isso tudo já escrito, o que tem a ver com guarda-chuvas?

Na verdade, eu sempre tive essa curiosidade de saber por que o Manauara não usa guarda-chuvas. Tentem encontrar quem conserte guarda-chuvas em Manaus ! Depois de perguntar e pesquisar cheguei à seguinte conclusão, aliás muito simples: o Manauara adora a liberdade ! E nada pior para reduzir sua liberdade, do que carregar um enorme ou pequeno guarda-chuvas, na mão. E, acostumado com a beleza da Natureza Amazônica, o Manauara sabe que a chuva não o derrete. E, por fim, nota-se que quando chove, de verdade, as pessoas se abrigam onde for possível e ficam olhando para  céu, admirando a beleza da dinâmica natural, no seu esplendor. E o fazem inconscientemente. Ou seja, o Manauara defende e admira a Natureza, por força inata. Isso é uma característica única, do Manauara.  E é uma das maravilhosas características belíssimas desse povo corajoso e trabalhador ! 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email