Ponte sobre rio Negro vai ter recursos do BNDES

Com o aval do presidente Lula, recomendando a agilização do financiamento de R$ 400 milhões junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), a ponte sobre o rio Negro, que ligará Manaus ao Iranduba, está próxima de se realizar.
O autor do projeto, deputado Francisco Souza (PSC), comemora o início das obras, previsto para setembro, como mais uma conquista do governo do Estado. Nos próximos dias, conforme o parlamentar, vai ser divulgado o consórcio de empresas que irá construir a ponte de 3.505 metros.
Na opinião de Souza, a recomendação de Lula ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, de que o projeto seja incluso na pauta do CMN (Conselho Monetário Nacional) sob caráter de excepcionalidade, é um sinalizador de que o empréstimo vai ser liberado brevemente. “Agora é esperar pela parte burocrática concernente à liberação do financiamento e à assinatura do mesmo”, disse o deputado, lembrando que desde o mês de abril o governador Eduardo Braga já vinha se articulando com autoridades federais na busca de recursos para iniciar a contrução da obra.
O sonho da construção da ponte é antigo, porém começou a tomar corpo a partir de 2003 quando o deputado Francisco Souza apresentou o projeto à Mesa Diretora da Assembléia Legislativa, sendo aprovado pelos deputados por conta da viabilidade econômica e o retorno social a ser propiciado ao Estado do Amazonas.

Levantamento feito pela Ufam

O parlamentar disse que havia uma articulação no Conselho Cidadão de Iranduba, em âmbito restrito, que se fortaleceu com a vinda do projeto para a ALE. “Além disso, o governo do Estado contratou a Ufam (Universidade Federal do Amazonas) para fazer todo um levantamento técnico, envolvendo os órgãos ambientais”, informou.
Com a audiência pública realizada pela Seinf (Secretaria de Infra-estrutura), em abril último, quando foi mostrado o projeto da ponte e programado o início das obras no início de setembro, e a garantia do presidente Lula ao governador Eduardo Braga autorizando o financiamento da obra, em reunião na quarta-feira, Souza disse não ter mais dúvidas de que a ponte sobre o rio Negro vai ser implementada neste ano.
“É a maior notícia que o Amazonas poderia receber e o governo dá demonstração de força e habilidade política”, disse Souza, assinalando ainda que a obra é a realização de um sonho que vem sendo articulado há quatro anos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email