Ponta Negra tem o metro quadrado mais valorizado da capital amazonense

A Ponta Negra, bairro nobre da zona oeste de Manaus, tem o metro quadrado mais valioso da capital amazonense. Um terreno não sai por menos de R$ 200 mil. Apartamentos com ou sem vista para o Rio Negro custam a partir de R$ 500 mil. Com o franco crescimento da cidade, esse valor deve ficar ainda mais alto e as construtoras e incorporadoras estão de olho nessa fatia generosa do mercado.
A aposta é tamanha que nos últimos quatro anos houve um salto na quantidade de empreendimentos na área e ao longo de toda a Estrada do Turismo (avenida Thales Loureiro). Saiu de cinco para quase dez novos empreendimentos, sejam apartamentos ou condomínios residenciais. Nesse crescimento acelerado, ganha quem oferecer melhor infraestrutura, áreas verdes e promessa de mais qualidade de vida.
De olho nisso, empreendimentos como os da AlphaVille Urbanismo e Urbis Engenharia investem em duas frentes: áreas de lazer que são verdadeiros clubes de fim de semana e ações de preservação do meio ambiente, por meio de reservas particulares que possam garantir área verde maior e habitat para a fauna silvestre e, consequentemente, mais qualidade de vida. A AlphaVille Urbanismo, por exemplo, criou dentro do condomínio AlphaVille Manaus 1 uma RPPN (reserva particular de patrimônio natural), a maior já doada ao município por uma empresa privada.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email