Polo Industrial de Manaus reage com ações de apoio ao combate ao Covid-19

A crise do Covid-19 brecou fechou o comércio, gerou demissões em massa em diversos setores e interrompeu o consumo. Diante disso, o PIM foi forçado a se reinventar. Em um período em que várias fábricas estenderam as paralisações temporárias, e outras retornaram apenas para reajustes de estoques, na iminência de novas paradas decorrentes do estreitamento do mercado, o setor arregaçou as mangas, saiu da zona de conforto e reforçou o combate ao novo coronavírus. 

Empresas de portes variados estão reagindo à crise com a produção e doação de equipamentos hospitalares, material de consumo e alimentos para as instituições de saúde e segurança do governo estadual e da prefeitura de Manaus – tomógrafos, respiradores artificiais, máscaras de proteção facial, óculos cirúrgicos, e duas toneladas de álcool em gel. 

No final de março, os sindicatos patronais da indústria de Bebidas e das indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Manaus repassaram ao Estado 20 máquinas de costura para produção de máscaras descartáveis pelos internos do sistema prisional sob a responsabilidade da Seap (Secretaria de Administração Penitenciária). As máquinas reforçaram a produção em pelo menos quatro unidades carcerárias, que passaram de 1.500 para 10 mil máscaras produzidas por semana.

No mesmo período, a Seap formalizou parceria com a Distribuidora Atem e a Indústria e Química Credie para a produção de 250 mil garrafas de 100 ml de álcool 70%. A distribuidora de petróleo fez a doação de 20 mil litros de álcool e a empresa química foi encarregada de envasar o produto, que foi doado aos sistemas de saúde e de segurança pública do Amazonas.

Álcool em gel

Muitas empresas do PIM usaram da própria expertise industrial para aumentar o estoque de álcool em gel nos hospitais e outros locais públicos de Manaus. Das duas toneladas do produto doadas na campanha, a metade vem da Magama Industrial. O restante está dividido entre a Recofarma (51 mil litros), a Pharmakos D’Amazônia (2.750 litros), a Ambev (3,5 mil litros) e a Transire, que vai disponibilizar 100 litros de álcool em gel por semana.

A Magistral doou 30 mil garrafas pet 250 ml para envase de álcool em gel, assim como, a Real Bebidas que doou 10 mil garrafas. A Bic já doou 20 mil visores para máscaras de proteção facial, além de 30 mil barbeadores e 10 mil protetores faciais descartáveis.

O estoque será reforçado ainda por meio de parceria do Laboratório de Química da Universidade Federal do Amazonas e Fieam, envolvendo as empresas Virrosas, Grupo Simões, Via Certa, Rede Atem, além dos sindicatos patronais de Alimentação e de Bebidas. Inicialmente, essa produção será de 3.600 litros de álcool em gel e líquido a 70%.

Outras empresas entram na parceria, fornecendo a embalagem para o envase do álcool em gel ou líquido. A própria Virrosas vai fornecer 4,6 mil embalagens de 500 mililitros, e de 5, 25 e 50 litros, além de fornecer 270 litros de hipoclorito e glicerina, a matéria-prima para o produto. Brasil Norte Bebidas, Real Bebidas e Magistral também vão fornecer embalagens PET para o envase do álcool em gel. Serão 16 mil garrafas de 200ml e 500ml, 30 mil de 250ml, e 10 mil de 1 litro, respectivamente. A produção de álcool em gel se completa com a doação, da empresa Midea, de dois compressores exclusivos para este fim.

EPIs e respiradores

A empresa Videolar vai oferecer 140 circuitos respiratórios para ajudar no tratamento de pacientes internados com Covid-19, assim como a Eneva vai disponibilizar cinco respiradores de uso hospitalar. A Moto Honda da Amazônia assumiu o compromisso de recuperar 14 dos aparelhos que estavam fora de uso por problemas mecânicos na rede estadual.  A montadora também vai fornecer duas refeições ao dia para 150 leitos do Hospital de Campanha, além de doar 10 motores bomba para a defesa civil e 15 mil protetores faciais.    

No campo dos EPIs, a Tutiplast entra com 20 mil protetores faciais, enquanto a Michelin oferece 50 mil máscaras. A SR Saldanha Rodrigues, fornecedora de artigos hospitalares, completa o bloco com 30 mil toucas, 50 macacões e 50 botas, todos esses equipamentos de proteção individual exclusivos para uso de profissionais de saúde.

A empresa do ramo de eletroeletrônicos de linha branca Whirlpool já doou 1.500 máscaras de proteção facial. Já a norte-americana 3M da Amazônia entregou 3.000 máscaras de proteção para profissionais da saúde e 5.000 máscaras N95. 

Outros materiais doados visam ajudar a atenuar a falta de recursos no setor público. A Michelin já ofereceu 60 pneus para ambulâncias do Samu, e a RD Engenharia ofereceu 20 celulares para reforçar o atendimento médico a distância. A Brasil Norte Bebidas, empresa do Grupo Simões, vai doar para a campanha mil óculos cirúrgicos e, de quebra, 2.400 latas de refrigerantes exclusivamente para as equipes médicas.

O presidente da Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), Antonio Silva, destaca que o setor não poderia ficar alheio à crise mundial agora enfrentada duramente pelo Brasil e pelo Amazonas. “A pandemia do Covid-19 tem mobilizado diferentes setores da sociedade. Temos que trabalhar em conjunto e organizados para superar este momento tão difícil”, declarou, em texto distribuído por sua assessoria de comunicação.

Técnica compartilhada

No caso da Ambev, após anunciar a produção e doação de 3 milhões de máscaras de proteção facial para o Ministério da Saúde, a companhia vai disponibilizar gratuitamente a técnica de confecção dos protetores faciais para serem produzidos por outras empresas. Para isso, foi criado um toolkit com todas as informações de estruturas e materiais necessários, disponível para download na página https://www.ambev.com.br/, ou direto no link.

A Ambev já conta com outros projetos para reforçar a luta contra a expansão do contagio do novo coronavírus no Brasil, como produção e doação de álcool em gel e construção de leitos de hospital. “Entendemos que, em momentos como esse, todos que puderem devem fazer o que está ao seu alcance para ajudar no combate ao Covid-19”, frisou o CEO da Ambev, Jean Jereissati, em material distribuído por sua assessoria.

Cozinha Comunitária

Já a Electrolux do Brasil vem apoiando a rede de saúde pública com a distribuição de 1.800 máscaras de proteção e doação de eletrodomésticos para a Cozinha Comunitária, que atende famílias em situação de risco e moradores de rua em seis unidades na região, auxiliando na preservação de alimentos, uma vez que a demanda dobrou desde o início da pandemia.  

A empresa já doou mais de 600 produtos para dar suporte aos hospitais em que a companhia tem unidades fabris, além de disponibilizar a planta de Curitiba para produzir 4.000 máscaras por semana e que estão abastecendo 45 hospitais entre Curitiba, São Carlos (SP) e Manaus.

“Em um momento difícil e inédito para todos nós, queremos, com essas doações, reforçar a conduta humana e sustentável da Electrolux. Acreditamos que superaremos este momento atuando nos pilares público, social e privado”, comentou a vice-presidente de Recursos Humanos da Electrolux América Latina Valéria Balasteguim, em texto distribuído pela assessoria da empresa. 

Novos equipamentos

Empresa parceira do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e junto com a Samel, no desenvolvimento de um respirador pneumático, atualmente em fase de testes, a Transire Tecnologia e Biotecnologia da Amazônia doou equipamentos para o Hospital de Campanha Municipal, incluindo, além de um tomógrafo e um aparelho de Raio X com digitalizador, 278 compressores BiPAP, um tipo de respirador mecânico empregado para ventilação não invasiva, acompanhados das respectivas máscaras.

Indústria de médio porte e capital nacional, que se instalou em 2015 no PIM e, desde então, se tornou líder no país na produção de máquinas de cartão de crédito e débito, a Transire incluiu na lista de doações 1 milhão de máscaras reutilizáveis para a população em geral, 30 mil máscaras em acrílico para uso dos profissionais de saúde, além de 650 quilos de linguiça de peixe para o Hospital de Campanha.

Fonte: Marco Dassori

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email