Poder para você ser o máximo

E aí? Atraído pela chamada que convida você a pensar o que vê quando olha no espelho? O que sente quando pensa a cerca de quem é? Que o estimulará a pensar seu autoconceito e sua autoimagem? Isso mesmo, vamos falar de autoestima hoje!

E o que é a autoestima? De maneira simples, significa amar e valorizar a si mesmo. Não é sobre ser melhor do que ninguém ou maior do que os outros, muito menos sobre ser cheio de si, mas é sobre se aceitar como é. Auto (relacionado a si mesmo) e estima (verbo que significa o ato de gostar/cuidar/desejar). Ou seja, o ato de desejar ou gostar de si mesmo. Posso complementar que é amar a si mesmo e de alguma forma continuar trabalhando para melhorar, se desenvolver, mas com uma visão positiva das suas características e realizações. Pode começar pensando assim para identificar a quantas anda sua autoestima:

Você se aceita como é?

Você assume o mérito daquilo que faz?

Você se sente merecedor de suas conquistas?

Você consegue transformar reveses em vitórias?

A autoestima começa quando examinamos sinceramente nossas emoções, como nos sentimos em relação ao que somos. Comece agora e agradecerá por ter iniciado hoje esta jornada de enamorar-se com você.

Mais do que pensar se é alto ou baixo, grande ou pequeno, ou qualquer outra característica externa, é preciso olhar profundamente para dentro de si, entender o que você vê dentro de você e localizar seus traços de personalidade mais marcantes, seu temperamento, e com isto o que tem projetado para o mundo. 

E no fundo, isto nem importa. Sabe por quê? Sejam quais forem suas características físicas ou emocionais, o mais significativo é você gostar do que vê no espelho, de maneira que tenha uma vida realmente feliz e produtiva, pois é recheada de autoamor e conceitos positivos do que é, e do que tem se tornado, em um processo de evolução constante sem autocobranças exageradas e sem críticas severas sobre suas limitações e “diferenças”.

Quero poder nestas poucas linhas mostrar como apoiar sua autoestima e fortalecer uma imagem positiva de si mesmo, acentuando seus aspectos positivos e com uma busca saudável para o seu crescimento. É sabido que a visão atual de si mesmo vem da sua infância, dos medos, das inseguranças, da culpa e demais aspectos do que a criança que você foi um dia sentiu. 

Embora seja um processo que consome tempo, penso nisso como um investimento no seu futuro agora, pois uma sensação saudável em relação a si mesmo permitirá que você se torne o seu melhor amigo e consequentemente alguém que os outros também vão admirar.

O ponto importante a ser dito neste tema é que se você não cuidar do seu grau de autoestima não importa quanto sucesso você tenha, não importa quantas medalhas você ganhe, não importa quantos prêmios você conquiste, a pessoa dentro de você nunca ficará verdadeiramente feliz e realizada.

As pessoas com autoestima apreciam quem são em suas aparências, seus pontos fortes e fracos, assumem as honras de terem conseguido e conquistado como reforço de seu empenho e não vivem para cumprir as expectativas de outras pessoas, e sim, estão sempre atentas que o sucesso traz tanto problemas como oportunidades, pois amam o estágio que conquistaram e estão dispostas a evoluir, pois acreditam em si e em seu potencial.

Hoje você foi atraído para este chamado de valorizar-se, aprendendo a tirar o máximo proveito de cada momento, evitando o perfeccionismo de quem só se critica. Quer melhorar, mas como parte natural de um processo, conscientizando-se de suas falhas, seus erros, suas imperfeições, mas amando-se e não sendo inimigo de si mesmo. 

A autoestima é ligada a imagem saudável de si mesmo e reflete uma pessoa forte, vibrante e isto leva a grandes realizações, afinal, o caminho para o sucesso realmente é um caminho de muitos obstáculos, de dificuldades, de altos e baixos, mas com autoestima você tem tudo o que precisa para chegar lá – fé em si mesmo – e com isto uma atitude positiva para fazer acontecer.

No fundo, não é sobre o que os outros dizem sobre nós, mas sobre o que dizemos sobre nós mesmos o que realmente importa. Se você se acha inútil, nunca se sentirá bem em relação a si mesmo, mesmo que todos percebam suas grandes contribuições. Não importa quantos sinais exteriores de sucesso você consiga ter se não tiver uma visão amorosa sobre quem é. Por outro lado, se amar a si mesmo, os outros irão amar você também. Pode apostar!

Cultivar uma autoestima mais elevada é uma das melhores coisas que você pode fazer por si mesmo. Você pode mudar sua vida, mudando a maneira como se sente em relação a ela. Quando se tem amor-próprio, até os tempos ruins são menos ameaçadores e os bons tempos são mais frequentes. 

Eu acredito, de forma simples, em duas ferramentas importantes para trabalhar a autoestima que são as afirmações positivas sobre você, sobre o seu redor e a visualização positiva sobre o futuro. 

Mudar o padrão de pensamento e com ele as afirmações de negativas para positivas, fortalece suas emoções e estimula ações favoráveis, bem como ver o futuro com identidade, capacidade e merecimento fortalecidos impulsiona o acreditar em si. Claro que não é tão simples como parece ao ser escrito, mas você pode buscar ajuda para técnicas específicas nesta direção.

Por fim, para ser o máximo é preciso se amar, realmente amar a si mesmo – físico, mental e emocionalmente, e encorajar-se a crescer não com críticas, mas com aceitação. Autoestima: Eis o poder de ser o máximo!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email