7 de dezembro de 2021

Plataformas apostam nas mulheres

Com uma programação diversificada para os três dias de realização, a 2ª Semana Acadêmica de Empreendedorismo iniciou o segundo dia recheado de palestras voltadas ao tema. A coaching e embaixadora da Escola de Você em Manaus, Mary Koifman, trouxe nesta manhã de quarta-feira (31) o tema “Empreendedorismo Feminino”. Ela explicou que, o projeto é uma plataforma de cursos online e gratuitos voltado para mulheres presente em todo o Brasil. “Nela qualquer pessoa pode se cadastrar para acessar uma lista de cursos voltados para o autoconhecimento, carreira, liderança, empoderamento, área financeira, entre outros que também são importantes para a mulher”, disse. A Escola de Você já ganhou dois prêmios internacionais como melhor plataforma educativa e atualmente atende quase 200 mil mulheres.
Idealizado pelas jornalistas Ana Paula Padrão e Natalia Leite há dois anos, a plataforma segundo Mary, tem a missão de despertar autonomia, empreendedorismo e liderança, tanto na área profissional quanto na afetiva. “A escola fornece os recursos tanto na parte de desenvolvimento pessoal quanto profissional para empoderar a mulher através de um processo educativo, onde ela se torna mais participativa da economia e entende que pode empreender com segurança. Temos alcançado resultados fantásticos e a nossa meta é atingir um milhão de mulheres”, explica a embaixadora. Segundo ela, muitos homens também são atendidos pelos cursos.
De acordo com Mary, as mulheres entre 40 a 42 anos são as mais atendidas pela plataforma. Na avaliação da coaching, nessa faixa etária muitas precisam de orientação sobre as mudanças na carreira. “É importante ressaltar que aquelas que queiram empreender, precisam construir um plano de ação para se prevenir financeiramente e organizar a vida para a construção da nova carreira”, destaca. Ela também comenta que, nas últimas décadas a visão da mulher como empreendedora progrediu, mas ainda existem dificuldades a serem vencidas.
“As crenças que herdamos marcam nosso cotidiano e são as mais presentes, a mulher tem dúvidas e uma certa resistência em relação a enxergar sucesso no empreendedorismo. Mas qual o motivo disso tudo? É porque o empreendedorismo feminino tem uma grande diferença do masculino, uma vez que a mulher quando busca qualquer objetivo na vida ou mesmo empreender, existe por trás disso significado e propósito. Então, as mulheres começaram a perceber que não estavam satisfeitas e trocaram essas crenças limitadoras por impulsionadora”, finaliza Mary, acrescentando que a mulher colabora com o mercado masculino e precisa trabalhar esses aspectos.
Além de Ana Paula, a plataforma conta com Ana Fontes, Patrícia Tucci e Soraia Schutel fazendo parte do time de especialistas em marketing, carreira, beleza e comportamento feminino presentes nos cursos e, a cada novo dia, apresentam uma aula divertida em vídeo com apenas 2 minutos. Essa metodologia de reflexão diária e rápida é a proposta do curso e, a partir dela, Natália Leite criou um livro dinâmico no qual a leitora encontra um espaço para preencher com informações dela mesma, metas, mudanças necessárias, pontos positivos e outras atividades que promovem crescimento contínuo. O lançamento foi feito em Manaus com mais 300 mulheres presentes.

Outras atividades
A programação do segundo dia contou ainda com palestras da CDTECH; do Sebrae com o tema Desafios e oportunidades de empreendedorismo na universidade; da Emprelnov: Dinâmica com Lego e mesa-redonda, entre outros. Hoje, as atividades começam às 8h com o credenciamento dos inscritos no auditório Rio Amazonas, setor norte do campus da Ufam.
Já no último dia do evento, o encontro do grupo de investidores de São Paulo e Minas Gerais será uma parte importante da programação. Eles são organizados na empresa INSEED, que busca investir em pesquisas científicas que têm potencial para se tornarem empresas, sendo especializados na transformação de projetos de pesquisa inovadores em startups e empresas limitadas. O evento conta ainda, com uma rodada de investidores com os melhores projetos da universidade, onde as iniciativas que apresentarem viabilidade financeira, podem receber investimentos.

Sobre o evento

Com a ideia de promover um espaço para discutir, aprender e gerar networking, alunos das disciplinas Empreendedorismo e Inovação, do curso de Administração, da Ufam (Universidade Federal do Amazonas), realizam a 2ª Semana Acadêmica de Empreendedorismo com o tema “Mapeando o Empreendedorismo e a Inovação na Ufam”. O evento segue até hoje (1°), contando com a participação de empresas, atores e formadores de opinião na área de empreendedorismo e inovação da Amazônia.
De acordo com o coordenador e professor Irineu Vitorino, o evento tem como objetivo permitir a conexão, divulgar as atividades pertinentes, além de promover a sinergia entre os atores de empreendedorismo e inovação da comunidade acadêmica da Universidade. Os mais de 750 credenciados desta edição, podem se dividir entre palestras, oficinas, dinâmicas, amostras de filmes, mesas-redondas, painel executivos e exposições de temas como empreendedorismo universitário, feminino, social, empreendedorismo em tempos de crise, economia criativa, mídias sociais, entre outros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email