Plano será adiado para final do mês

O ministro Miguel Jorge (Desenvolvimento) informou nesta segunda-feira que o plano de política industrial será adiado para o final de outubro. Até o final do mês passado, estava previsto para o início deste mês.

A inclusão de novos pontos no projeto e a viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a África -que ocorrerá na próxima semana- forçaram a mudança. “Deve ficar para o final do mês”, admitiu o ministro após encontro promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Líbano, em São Paulo.

Porém, ele revelou que um plano de ciência e inovação está próximo de ser fechado. Segundo ele, os dois anúncios estão interligados mas serão feitos em separado. “O (plano) de ciência e inovação pode até sair alguns dias antes”, afirmou.

O ministro se mostrou confiante na capacidade de crescimento do setor industrial devido não somente ao plano como também aos investimentos feitos pelo segmento.

Ele citou a concentração das importações brasileiras em máquinas, equipamentos e tecnologia. “A indústria se prepara para um salto de qualidade”, disse ele.
Ele negou que seja negativo as importações estarem focadas em produtos de alto valor agregado. “Se estivéssemos importando goma de mascar, aí sim estaria ruim”, ponderou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email