Plano de negócios da Petrobras não cita obra para Reman

Pelo menos explicitamente, a obra de modernização da Reman (Refinaria de Manaus Isaac Sabbá) não está contemplada no Plano de Negócio da Petrobras 2010-2014

Pelo menos explicitamente, a obra de modernização da Reman (Refinaria de Manaus Isaac Sabbá) não está contemplada no Plano de Negócio da Petrobras 2010-2014. Nesta segunda (21), durante o anuncio do plano, no canal interno de tevê da Petrobras, um dos diretores da empresa respondeu a uma pergunta de um funcionário da Reman dizendo que o empreendimento no local estava garantido, mas dependia da licença ambiental.
Nesta quarta (23), a Comissão da Amazônia da Câmara dos Deputados, presidida pelo deputado federal Marcelo Serafim (PSB), vota requerimento da deputada Vanesssa Grazziotin (PCdoB) convocando autoridades como, o ministro das Minas e Energia, Márcio Zimmermann, o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli e os representantes da FUP (Federação Única dos Petroleiros) para debater o assunto.
“Essa situação reforça ainda mais a necessidade de discutir o problema com o Ministério das Minas e Energia e com a Petrobras para esclarecer a situação”, disse a deputada Vanessa.
Para ela, seria necessário que a estatal deixasse claro no Plano de Negócios a programação da obra de modernização da Reman, inclusive com a estipulação de verbas. “Para que o empreendimento seja feito alguns serviços já deveriam estar previstos, a exemplo da terraplenagem do terreno”, disse a deputada.
A preocupação dela é que a Petrobras adie a obra de modernização da Reman para 2014, último ano do plano. “Queremos um comprometimento imediato da empresa com os investimentos em Manaus”, diz.
Segundo ela, o investimento de R$ 1,5 bilhão na Reman é irrisório diante do total de US$ 224 bilhões aprovados. A perspectiva é que a estatal gaste por ano uma média de US$ 44,8 bilhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email