Piscicultura tem rodada de negócios em Rondônia

A piscicultura nacional estará em discussão na próxima sexta-feira, 9, quando acontecerá em Ji-Paraná (RO) uma rodada de negócios do setor. O evento faz parte da agenda “Inova Rondônia – Feira do Conhecimento e Tecnologia” que vai de 7 a 11 de outubro, no Ginásio de Esportes Gerivaldo José de Souza.
Parte da programação da feira, que acontece durante a Semana da Micro e Pequena Empresa em Rondônia, a rodada contará com a participação de cinco empresas âncoras compradoras de peixe, vindas dos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro. Essas empresas estarão negociando com seus dois frigoríficos e seis produtores rondonienses, com potencial para atender a possíveis demandas.
O Estado é autossuficiente na produção de alevinos, com média de 10 milhões de unidades para o consumo local e a venda de formas jovens para outros estados e países vizinhos. O Estado ocupa a vice liderança na região Norte e a décima segunda posição no país, com 1.200 produtores. Há ainda cinco unidades de beneficiamento, três das quais em pleno funcionamento.
“Diante desse quadro, espera-se com a rodada de negócios alavancar um processo sustentado de comercialização do pescado rondoniense, formado basicamente pelas espécies pirarucu e tambaqui”, informou o consultor do Sebrae, João Machado Neto. Ele reforça que Rondônia vem se consolidando como um dos maiores produtores de peixe em cativeiro do país “graças ao apoio que o setor vem obtendo. Ajudam nesse processo o governo de Rondônia, o Ministério de Pesca e Aquicultura, Emater, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, prefeituras municipais, Senar e Sebrae, além associações e cooperativas de produtores”.
Rondônia desenvolve o Programa de Piscicultura Integrada e Sustentável em três regiões: Vale do Jamari (Alto Paraíso, Ariquemes, Machadinho do Oeste, Monte Negro, Rio Crespo e Cujubim), região sul (Vilhena, Cabixi e Colorado do Oeste) e região de Pimenta Bueno (Alta Floresta do Oeste, Espigão do Oeste, Primavera de Rondônia, Rolim de Moura e São Felipe, além do próprio município de Pimenta Bueno.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email