PIB do Amazonas segue melhor

O Produto Interno Bruto do estado do Amazonas registrou a cifra de R$ 26,165 bilhões no terceiro trimestre de 2019, um crescimento nominal de 6,06% na comparação com o terceiro trimestre de 2018. Descontada a inflação pelo Índice de Preço ao Consumidor Amplo, o aumento real foi de 3,07%. A alta foi de 2,58% em relação ao segundo trimestre deste ano, quando o PIB apurado foi de R$ 25,507 bilhões. O setor de Serviços teve participação de 52% no PIB do estado no terceiro trimestre de 2019, totalizando R$ 13,548 bilhões, um crescimento de 7,18% em relação a igual período de 2018. Em segundo lugar no ranking, o setor da Indústria contribuiu com R$ 7,727 bilhões para o resultado do terceiro trimestre, representando uma participação de 29,53% no PIB estadual. O crescimento foi de 5,54% no comparativo com o terceiro trimestre do ano passado. Entre as atividades econômicas do setor, a indústria de transformação, que representa 80% da indústria do estado, apresentou um crescimento de 7,48% na comparação com igual período de 2018.

DESTAQUE

Por outro lado, a Agropecuária foi o setor que mais cresceu no comparativo entre o terceiro trimestre de 2018 (R$ 1,726 bilhões) e o terceiro trimestre de 2019 (R$ 1,890 bilhões), um incremento de 9,52%, resultado impulsionado principalmente pela expansão na produção de arroz (19%), milho (47%) e mandioca (58,11%) no período.

EM MADRI

O governador do Amazonas e atual presidente da Reunião Anual da Força-Tarefa Mundial de Governadores para Climas e Florestas (GCF Task Force – sigla em inglês), Wilson Lima (PSC), chegou à Madri, na Espanha, ontem, para participar das discussões da COP-25, a Cúpula Mundial do Clima, e também se reunir com financiadores, pesquisadores, ambientalistas e autoridades nacionais e internacionais.

CORRUPÇÃO

No Dia Internacional de Combate à Corrupção, comemorado ontem, o Ministério Público do Amazonas, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas do Amazonas, Defensoria Pública do Amazonas, Controladoria-Geral do Amazonas e Ordem dos Advogados do Brasil foram às ruas para convocar a sociedade a guerra contra o maior dos males brasileiros. O Mercado Municipal Adolpho Lisboa foi o ponto de encontro.

ADIADA

A sessão especial marcada para hoje pela Assembleia Legislativa para conceder o título de Cidadão do Amazonas ao vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB) foi adiada. Motivo: ele foi escalado ontem pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para representar o Brasil na posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernandez.

IEA EM ALTA

O Instituto de Educação do Amazonas (IEA) está concorrendo no programa “Educar para Transformar”, criado pelo Instituto MRV e que seleciona e apoia projetos que promovam a transformação social por meio da Educação. A escolha final é feita mediante votação popular, permitindo que os idealizadores mobilizem suas redes e comunidades a participarem da escolha. O voto pode ser computado por meio do link: https://bit.ly/2YCYeZB.

GAUCHADA

Produtos embutidos e defumados com as raízes e a tradição gaúcha serão comercializados no Amazonas. A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas certificou com o Serviço de Inspeção Estadual a Unidade de Beneficiamento de Carne e Produtos Cárneos, J.A Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios, localizada, na avenida do Turismo, no bairro Tarumã, zona oeste da capital.

ETANOL 

O Amazonas terá três usinas de produção de etanol que irão compor, junto com a usina de Bonfim, em Roraima, a maior cadeia produtiva de biocombustíveis da região norte. O investimento é de pelo menos R$ 4,4 bilhões e geração de 36 mil empregos só no Amazonas.

CALOTE

Funcionários da MAP/Passaredo Linhas Aéreas em Manaus denunciaram ontem que a empresa, além de prejudicar os clientes com os cancelamentos de voos para municípios do Amazonas, demitiu vários colaboradores e não está pagando as rescisões trabalhistas.

FRASES

“É uma muito importante a renovação da frota não só porque traz mais economicidade, menor consumo e menor investimento em manutenção, mas porque traz mais qualidade de vida à população." Arthur Virgílio Neto (PSDB), prefeito de Manaus, sobre o aumento da frota de coleta de lixo

“O Ministério Público, assim como os demais órgãos integrantes da Rede de Controle da Gestão Pública do Amazonas e da Rede de Ouvidorias, quer que o controle social, aquele exercido diretamente pela população, seja cada vez mais forte. ” Neyde Trindade, promotora

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email