PIB deste ano deve ser o maior desde 2004

O ritmo do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio brasileiro caiu de 0,54% para 0,38% em maio, mostram números da CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil) e do Cepea/USP (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Universidade de São Paulo). Entretanto, o crescimento acumulado de janeiro a maio, de 1,67%, continua sinalizando um cenário mais favorável para o setor em 2007 na comparação com os dois anos anteriores. “Apesar da retração de alguns segmentos do agronegócio, os resultados ainda acenam para um desempenho médio positivo em 2007, motivado pelo aumento da produção e por preços sustentados”, afirmou o superintendente técnico da CNA, Ricardo Cotta.
A CNA também divulgou o resultado do VBP (Valor Bruto da Produção). A projeção indica que o faturamento obtido com a venda dos 25 principais produtos agropecuários do país renderá R$ 195, 9 bilhões em 2007, crescimento de 13,3% em relação a 2006, quando o faturamento foi de R$ 172,9 bilhões.
Segundo Cotta, mesmo com o câmbio valorizado, os preços no mercado interno seguem estáveis e em patamar superior ao verificado no mesmo período do ano passado. “A tendência do aumento da demanda de milho para a geração de etanol tem mantido os preços no mercado internacional acima da média de anos anteriores”, afirmou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email