6 de maio de 2021

Pets: Você cuida direito dos filhotes? Corpos estranhos são o maior perigo!

Quando filhotes, cães e gatos são como crianças e podem engolir tudo que encontram pela frente – plásticos, linhas, pedaços de madeira, vidro, metal, enfim, qualquer objeto sólido ou líquido. E é aí que mora o perigo que, muitas vezes, pode ter um desfecho trágico, levando o bichinho à morte.

Restos de brinquedos podem ser ingeridos. A ingestão de corpo estranho já virou hoje uma rotina nos consultórios, clínicas e hospitais veterinários. Portanto, fique de olho se seu pet começar a manifestar sintomas como, por exemplo, vômitos, náuseas, tristeza, apatia, falta de apetite, ou algo que o desmotive a demonstrar a alegria costumeira, ficando recolhido nos cantos da casa, com comportamento estranho.

Se não diagnosticados e retirados a tempo, corpos estranhos ficam retidos e perfuram estômago, intestino e ainda outras partes importantes da região gastrointestinal, necessárias para o bom funcionamento do organismo.

Até a descoberta do problema, tecidos podem ficar necrosados e atingir órgãos vitais, evoluindo para infecções agudas, às vezes irreversíveis. As bactérias invadem a corrente sanguínea, os anticorpos reagem ‘violentamente’ ao agressor e causam o que a medicina chama de septicemia, que é uma resposta acentuada do próprio organismo animal contra os micro-organismos.

Nessa fase, torna-se difícil conter o avanço do ‘inimigo’. Nessa luta árdua, o prognóstico para um bom desfecho vai depender de antibióticos, da imunidade e da resposta do animal em relação ao tratamento administrado. Até lá, o sofrimento é grande para os bichinhos e também para os seus donos. A distância entre a vida e a morte é apenas uma linha tênue, que pode se romper a qualquer momento.

Portanto, evite deixar objetos em casa que possam ser engolidos sorrateiramente pelo seu pet. Nas lojas especializadas, existem várias opções de produtos para entreter seu amiguinho, sem ameaçar a sua saúde ou a possibilidade de ocorrer algum acidente eventual. Até por volta de um ano e meio de vida, eles engolem tudo durante as brincadeiras. E o ‘barato’ da recreação, sem os cuidados devidos por parte dos tutores, pode sair caro: a perda do seu pet de forma prematura.

Dependendo do caso, o tratamento é geralmente cirúrgico, mas alguns animais conseguem eliminar os corpos estranhos pelas fezes. E comemore se isso acontecer, espontaneamente. É sinal de que o próprio organismo foi suficiente para corrigir o problema. Senão, terá que pagar caro por procedimentos médicos, exames de imagens e remédios.

Então, redobre a vigilância sobre os bichinhos. Veja com o que eles estão brincando diariamente. Não deixe desinfetantes, venenos e outros produtos químicos em locais com fácil acesso para os pets. Nossos amiguinhos só querem brincar, mas essa brincadeira pode terminar tragicamente. Vai depender de você em atentar devidamente para esses cuidados básicos. Fica a dica!

POR DENTRO

Guardar objetos em lugar seguro, sem acesso
Redobrar cuidados com desinfetantes
. Remédios nunca devem ficar expostos
Fique de olho em ossos e restos de comida
. Lixeiro é o que mais atrai pets

DICA ANIMAL

Eles também têm diabetes

Crescem os casos de diabetes entre os animais domésticos. E a alimentação irregular que costuma evoluir para obesidade é uma das principais causas do problema. Hoje, os bichinhos costumam ingerir alimentos gordurosos, ricos em sódios, além de outras substâncias extremamente nocivas a eles. E os tutores não despertam para esse problema que é uma constante ameaça à vida dos nossos amiguinhos.

A recomendação é básica e direta. As rações contêm praticamente tudo o que seu pet precisa para viver bem. Eles não são como nós humanos. Não conseguem discernir o que é bom ou ruim em termos de alimentação. Afinal, especialistas se debruçam em anos de estudo para melhorar a qualidade de vida dos animais, que começa com uma boa alimentação.

Mas os tutores quebram, porém, essa harmonia, apesar das constantes campanhas de conscientização. Servem todo tipo de alimentos que não são adequados aos pets. Desculpa pelas palavras ácidas, se você insiste em ingerir venenos contidos em sua dieta, pelo menos permita que o seu amiguinho tenha hábitos saudáveis. Só assim, ele terá uma vida mais longeva ao seu lado.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email