Petrobras vai investir R$ 3,6 bilhões no AM

A Petrobras pretende investir R$ 3,6 bilhões em projetos de implantação e exploração de petróleo e gás natural na região, nós próximos quatro anos. O anúncio foi feito pelo gerente executivo de exploração e produção de Norte e Nordeste, Mauro Roberto Mendes, durante sessão especial em homenagem aos 25 anos da Petrolífera de Urucu na região, que foi realizada na Aleam (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) na manhã de ontem. O desenvolvimento do campo de Araracanga, a implantação da 4º UPGN (Unidade de Processamento de Gás Natural) e o início da exploração do Igarapé Chibata são os projetos destacadas pela instituição.
Segundo Mauro Mendes, a desistência de exploração em bacias de Solimões realizadas pela empresa HRT Petróleo foi um caso isolado e a Petrobras continuará acreditando e investindo no potencial petrolífera da área de Urucu e Bacia de Solimões. “Atualmente estamos implantando uma série de projetos de desenvolvimento. Como Araracanga, igarapé chibata e a implantação da quarta UPGN na área de urucu. Portanto continuamos acreditando e investindo no potencial petrolífero da Amazônia”, conta.
Segundo a entidade são produzidos 50 mil barris de óleo por dia, vazão 11 milhões de metros cúbicos por dia de gás, 1.300 toneladas de gás de cozinha que viabilizam o suprimento com gás natural para geração de energia elétrica em Manaus. Seria aproximadamente 500 megawatts de energia elétrica, alterando a participação na matriz energética. Usando o gás natural para gerar pelo menos 50% da demanda de energia elétrica da cidade de Manaus. “Com o gás de cozinha GLP, transformamos a Amazônia autossuficiente nesse anos. Exportamos inclusive uma parte para o Nordeste” comenta.
Mauro Mendes ressalta que a Petrobras está com planos estratégicos para região. “Nossos projetos tem um prazo de 5 anos, mas são atualizados a cada ano. Estamos buscando um equilíbrio entre as perspectivas exploratórias e confirmação de novas oportunidades, através da verificação sísmica, de novos postos, para viabilizar novas descobertas e projetos de desenvolvimento da produção. Sempre com o intuito de aumentar a produção e suprir demanda” explica.
Sobre uma possível desvalorização da energia gerada no Estado com a descoberta do pré-sal, Mauro Mendes destacou que a Petrobras tem capacidade e continuará investindo em ambas as atividades. “O pré-sal não afetará em nada os investimentos que pretendemos fazer. Temos toda uma análise do plano de negócio e gestão. Entendemos a importância do pré-sal e de urucu. Temos sim capacidade de investimento e planejamento nessas atividades”, conclui.

25 anos de Urucu

A sessão especial em homenagem a Petrobras pelos 25 anos da petrolífera foi solicitada pelo Deputado Tony Medeiros (PSL). A Província Petrolífera de Urucu fica a em Coari (a 363 km de Manaus) e faz do Estado do Amazonas o segundo maior produtor de petróleo terrestre do país. A Petrobras está entre os maiores contribuintes de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços) no Estado. De acordo com o a companhia de petróleo o valor recolhido pela exploração, transporte de gás e óleo e pela refinaria correspondem a quase 20%do arrecadado pelo Amazonas com o imposto.
Ao justificar a homenagem, Tony Medeiros disse que a Província de Urucu, veio dar um novo alento a economia amazonense. “Foi a partir de Urucu que descobrimos a Província do Vale do Juruá e agora a de Silves”, disse o deputado, ressaltando que outras perfurações vão revelar mais riquezas no solo amazônico. Os deputados estaduais Abdala Fraxe (PTN), Sinésio Campos (PT) e José Ricardo (PT) também ressaltaram a importância do projeto da Petrobras para a região, como uma nova trajetória econômica que resultou na geração de emprego, renda e oportunidade de negócios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email