Petrobras investe em mão de obra no AM

https://www.jcam.com.br/ppart06032012.jpg
Até 2013, o setor de petróleo e gás no Amazonas deve receber o reforço de novos profissionais. A Petrobras anunciou, em coletiva à imprensa, a criação de 562 vagas de profissionalização para o Estado, sendo 386 para o nível básico e 176 para o nível médio

Até 2013, o setor de petróleo e gás no Amazonas deve receber o reforço de novos profissionais. A Petrobras anunciou, em coletiva à imprensa, a criação de 562 vagas de profissionalização para o Estado, sendo 386 para o nível básico e 176 para o nível médio e técnico.
As vagas fazem parte do sexto ciclo do Proimp (Programa de Mobilização da Indústria de Petróleo e Gás Natural), lançado ontem, na sede da empresa, no Rio de Janeiro.
De acordo com a presidente da empresa, Graça Foster, as vagas do Amazonas se destinam a atender, principalmente, às obras da região do Juruá (Gasoduto Juruá–Araracanga–Urucu). Com previsão de entrega em 2013, ela não adiantou informações sobre o cronograma das obras e início das atividades.
Com os novos profissionais, a expectativa é de que demandas de outros investimentos do Amazonas como as obras da UGPN (Unidade de Processamento de Gás Natural) na Bacia do Solimões e o processo de modernização da Reman (Refinaria de Manaus) sejam atendidas.

Brasil

Ao todo, R$ 45 milhões serão investidos nesse ciclo de capacitação, que além do Amazonas atende mais 13 Estados para diminuir o déficit de 11.671 vagas no país. A previsão é que até 2015, cerca de 212 mil pessoas estejam qualificadas com investimentos totais de R$ 564 milhões.
O gerente de capacitação profissional da indústria, José Renato de Almeida, destacou o papel das prefeituras no projeto de profissionalização. “As ações das prefeituras é muito importante, pela questão da escolaridade. Preparar previamente as pessoas para que elas tenham condições de participar desse trabalho”, avaliou.
A presidente da Petrobras lembrou que a participação no programa não garante emprego aos participantes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email