1 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Petrobras e juros fazem Bovespa cair

O petróleo é responsável direto tanto pelas altas em Wall Street como pela baixa na Bovespa. Na Nymex (New York Mercantile Exchange), o barril de WTI para entrega em setembro fechou em baixa de 2,74%, para US$ 124.44.

Depois de passar quase todo o dia em alta, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) inverteu o sinal na última hora de negociação e fechou em baixa. Embora o desempenho das bolsas americanas tenha sido positivo, o mercado local acabou atingido pela forte baixa da cotação da Petrobras e da tensão antes da divulgação da nova taxa básica de juros da economia.
O Ibovespa, principal indicador da Bolsa paulista, recuou 0,38%, para 59.420 pontos. O giro financeiro foi de R$ 6,16 bilhões, com cerca de 232 mil negócios realizados. Já o dólar comercial avançou 0,31%, vendido a R$ 1,584.
O petróleo é responsável direto tanto pelas altas em Wall Street como pela baixa na Bovespa. Na Nymex (New York Mercantile Exchange), o barril de WTI para entrega em setembro fechou em baixa de 2,74%, para US$ 124.44.
Um preço menor do petróleo faz com que os investidores deixem de alocar recursos na commodity e voltem a aplicar em ações, o que faz as bolsas subirem. Além disso, a queda alivia pressões sobre a inflação, garantindo que os juros locais não subam.
Em Nova York, o índice Dow Jones sobe 0,27% e o Nasdaq Composite ganha 0,95%. Porém, o efeito é inverso no Brasil devido à Petrobras. As ações da estatal respondem por mais de 20% do movimento total da Bovespa -uma forte queda delas é decisiva para a definição do sinal do Ibovespa. As ações preferenciais da petrolífera recuaram 3,55%, e as ordinárias perderam 3,31%.
“Aqui estaria mais alinhado com Nova York se não fosse a Petrobras. Foi assim também em outros dias”, disse Álvaro Bandeira, economista-chefe da corretora Ágora.
Como outras commodities também recuaram, o desempenho da Vale e das siderúrgicas também operaram de forma instável -destaque para a queda de 2,78% das ações preferenciais da Gerdau.
Na outra ponta, as companhias aéreas tiveram fortes altas, uma vez que o petróleo é um importante item de despesa delas. As ações preferenciais de Gol e TAM avançaram, respectivamente, 9,32% e 4,51%. Outro setor que se destacou positivamente foi o de papel e celulose. A Suzano Papel e Celulose anunciou que obteve lucro de R$ 185,6 milhões no 2° trimestre.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email