Petrobras adere ao Princípio de Empoderamento das Mulheres

A Petrobras acaba de aderir aos Princípios de Empoderamento das Mulheres, propostos pelo Unifem (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) e pelo Pacto Global das Nações Unidas. O documento elenca sete princípios em favor do empoderamento das mulheres com ações práticas a serem incorporadas por empresas e corporações: a liderança promove a igualdade de gênero; igualdade de oportunidades, inclusão e não-discriminação; saúde, segurança e fim da violência; educação e treinamento; desenvolvimento empresarial e práticas de cadeia de suprimentos e marketing; liderança comunitária e engajamento; e transparência, mensuração e relatório.
“A adesão da Petrobras aos Princípios de Empoderamento das Mulheres – Igualdade Significa Negócios – é um grande incentivo para que mais empresas brasileiras façam parte deste esforço mundial. Parabenizamos a visão de negócio da Petrobras de investir em mulheres e incorporar a igualdade de gênero na sua política organizacional”, aponta a representante do Unifem Brasil e Cone Sul, Rebecca Tavares. “Estamos juntos para incentivar a participação plena das mulheres na vida econômica, tornar as economias mais fortes e as sociedades mais justas e estáveis”, completa a representante.
“Temos uma oportunidade única de demonstrar dentro e fora país o nosso compromisso com os direitos humanos das mulheres. No Brasil, desde 2006 integramos o Programa Pró Equidade de Gênero, da Secretaria de Políticas para as Mulheres e, agora, aos Princípios do fundo e Pacto Global. Essas decisões reforçam a nossa disposição de lutar contra todas as formas de discriminação contra a mulher e defender a igualdade de oportunidades”, afirma o gerente executivo da Comunicação Institucional da Petrobras, Wilson Santarosa.

Iniciativa pioneira

Em curso desde 2004, os Princípios de Empoderamento das Mulheres são considerados a maior iniciativa global de cidadania corporativa e contam com a adesão de 7 mil empresas em mais de 135 países. Tem como objetivo proporcionar condições para que as mulheres participem plenamente da vida econômica em todos os setores e níveis da atividade econômica. Visa também atingir os objetivos internacionalmente acordados para o desenvolvimento, a sustentabilidade e os direitos humanos, melhorar as condições de vida para as mulheres, homens, famílias e comunidades e impulsionar as operações e metas dos negócios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email