Pesquisa Superbrands revela as marcas mais ­influentes do Brasil

A terceira versão do estudo será lançada no próximo dia 31, em São Paulo. A relação, denominada 750 Index Superbrands/Brand Finance é resultado de pesquisa minuciosa que afere a força da marca, por meio de seis atributos, mediante análise de conselho independente, diretores e gerentes de marketing das principais empresas, bem como consumidores e clientes espalhados pelos principais centros regionais do Brasil.

Superbrands é uma operação internacional presente em 75 países, com mais de dez anos de atuação. O objetivo da empresa é promover e difundir as supermarcas nos mercados onde atua. Na edição 2007, o livro Superbrands Brasil traz os resultados da pesquisa e cases de 52 das marcas mais fortes do país. A novidade deste ano é a publicação de cinco artigos que proporcionam visão panorâ­mica envolvendo ­gestão de marcas, design, marketing e ­publicidade.

A pesquisa é balizada por parâmetros utilizados pela Brand Finance, líder mundial em avaliação e gestão da marca. Segundo o sócio e CEO da Superbrands Brasil, Gilson Nunes, o índice de força da marca considera os principais aspectos que fazem parte da gestão: como produtos e serviços; canal de distribuição; serviços ao consumidor no pós-venda; preço; marketing e comunicação; governança corporativa e responsabilidade sócioambiental. “Estes fatores definem a força da marca junto aos públicos-alvo em cada mercado de atuação.

O fato de a análise do desempenho das marcas abranger pontos que vão além do recall ou da verificação Top of Mind fornece uma percepção mais ampla, pois remete a experiências que os diversos públicos já tiveram com relação às marcas”, explicou Nunes.
As empresas contempladas pela pesquisa recebem certificado e são autorizadas a utilizar o selo Superbrands na sua comunicação durante 2008.

Seleção inclui 1.200 nomes

A amostra inicial da pesquisa totalizou 1.200 grandes marcas nacionais e estrangeiras presentes no Brasil. Após o início do processo, 750 marcas foram selecionadas para a pesquisa pelo Conselho Independente da Superbrands, composto por Orlando Lopes (presidente da ABA), Dalton Pastore (presidente da Abap), Petrônio Corrêa (presidente do CENP), Luiz Celso de Piratininga (presidente da ESPM), André Porto Alegre (presidente da APP), Ângelo Frazão (presidente do Grupo de Mídia São Paulo), Alan Liberman (presidente da Ipsos-ASI Latin America), Dud Godoy (presidente da ABMN) e Nélson Blecher (editor-executivo da Época Negócios).

Além do Conselho Independente que possui peso de 50% no score, o desempenho das marcas é avaliado por 250 gestores de marketing das principais empresas do país (10%), e 5.221 consumidores/clientes (40%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email