Pesca esportiva aquece turismo

A economia local deve receber mais de R$ 30 milhões com a temporada de pesca esportiva no Estado. De acordo com a AOBT (Associação dos Operadores de Barcos de Pesca do Amazonas) 8950 turistas -entre brasileiros e estrangeiros -são esperados até março de 2013.
Segundo o presidente da associação, Moacyr Fortes, os passeios duram entre uma semana e vinte dias. “Os pacotes incluem visitas a municípios próximos e mais distantes da capital”, explica. Entre as opções, comunidades localizadas às margens dos rios Madeira e Baixo Amazonas e cidades como Barcelos, Santa Izabel do Rio Negro, Parintins e Nhamundá.
Com 20 barcos cadastrados, as embarcações devem realizar, no mínimo, dez pacotes cada, até o fim da temporada. O valor da diária varia de acordo com o número de dias da viagem, o trajeto e as exigências de conforto. Geralmente, a capacidade dos barcos é de até 22 passageiros. “O menor preço, por pessoa para um dia é R$ 300”, aponta.
Quanto ao público, os registros do DRF (Departamento de Registro e Fiscalização) apontam paulistas e americanos como os mais interessados. “A atividade é muito valorizada na região Sudeste do País e no exterior”, diz Fortes. A expectativa é aumentar em 10% o fluxo de turistas no Amazonas.

Vôos extras

Para atender aos turistas de pesca que vêm para o Amazonas e pretendem visitar municípios mais distantes da capital, a Trip Linhas Aéreas já está com um plano de vôos mais extenso para as cidades de São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e outros destinos.
No total, são mais de dez novas opções de vôos. Os preços variam de R$ 120 a R$ 990, mas o conforto e a comodidade são alguns dos argumentos do diretor de relações institucionais da Trip, Victor Celestino. “A viagem é mais curta de avião e os pescadores esportivos têm mais tempo, tanto para praticar o esporte, quanto para visitar a região”, comenta.
Para mais informações, o portal da empresa é www.voetrip.com.br e o número do telefone da Central de vendas é 3003-8747.

Cruzeiros começam a chegar

Os primeiros navios já estão em Manaus e anunciam uma temporada animada para a economia do Estado. De acordo com dados cedidos pela Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas), são esperados mais de 30 mil turistas entre brasileiros e estrangeiros.
Segundo a presidente da entidade, Oreni Braga, devem ser injetados mais de US$ 9 milhões. “Em 2011, recebemos 25.658 turistas que deixaram US$ 8,3 milhões. A expectativa é chegar a 30.562 visitantes”, ela projeta.
Parte das viagens de navio sai de Fort Lauderdale, na Flórida (EUA) e geralmente o itinerário inclui Santarém, Parintins e Manaus. “As opções vão de cruzeiros gastronômicos a passeios para solteiros, visita ao circuito cultural da cidade, até passeios de fitness”, explica o agente de viagens Lucas Silveira.
Além disso, as agências de turismo têm recebido muitas solicitações para o chamado turismo coorporativo -realizado por grandes empresas nacionais e internacionais -, que consiste em reunir colaboradores em ambientes diferentes do profissional para apresentar novos planos ou produtos. “É uma maneira de motivar os funcionários. Todos saem ganhando”, diz a turismóloga Andréa Anselmo.
O navio alemão Amadea chegou na última quinta-feira (18) com 860 turistas. A temporada vai até maio de 2013.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email