Pensar fácil e descomplicar na era Covid e pós-Covid-19

O básico tem sido esquecido e a complexidade nos projetos e nos processos das empresas tem sido uma rotina dura e crua. Muitas estratégias são criadas para serem realizadas por Ets e não por humanos. Há uma teoria complexa em andamento e a pratica está aguardando ser chamada dentro das organizações para serem realizadas. Deixar para depois é o que mais ocorre no interior de grandes, médias, pequenas, micro e até mesmo nas empresas individuais e em nossas casas na era COVID 19. Precisamos fazer já alguma coisa para não deixarmos este mal do século ser algo real para nós profissionais e pessoas.  Pensar fácil é a solução, pois assim podemos ser simples, porém focados e orientados para o atingirmos objetivos reais e não imaginários. Mesmo neste momento instável da COVID 19 podemos elaborar e realizar um projeto criando algo atingível e com profissionais voltados para o melhor resultado e não para si próprio. Pensar o coletivo é fundamental para nossa sobrevivência. A individualidade nos tem mostrado que perdemos mais e ganhamos menos sempre quando estamos olhando somente para “nossos umbigos”.

Tudo fica mais complicado quando queremos ser complexos ao invés de simples e objetivo. Precisamos dizer não a complexidade, pois isto somente existe pelo simples motivo de se transformar algo fácil em “tempestade em copo d’água”. Não precisamos buscar algo que não existe. Necessitamos ser estratégicos sem precisar tentar ser um extra terrestre. Somos seres humanos e precisamos nos conscientizar disto, pois não podemos somente imaginar, torna-se necessário realizarmos projetos claros, simples e atingíveis. Devemos ter consciência e buscar com conhecimento adquirido e muita sensibilidade as respostas e as alternativas para todas as necessidades da empresa independente de seu tamanho. 

Fazer já é um dos segredos que precisamos saber, pois, assim, será possível muitos projetos saírem efetivamente do papel para a ação real. Racionalizar o trabalho é algo muito importante para os profissionais em busca de sucesso em nosso mundo corporativo atual. Caso contrário teremos muitos problemas para serem resolvidos em momentos impróprios atrapalhando e atropelando todo o processo existente. Saber se programar, iniciar, modelar, fazer e até mesmo, se necessário, refazer faz parte da iniciativa de grandes profissionais responsáveis por grandes crescimentos de lucratividade e rentabilidade para as empresas. Estamos precisando se reinventar.

O deixar para depois tem sido uma constante dentro das organizações. Mas, ainda existe algo muito pior acontecendo que é o excesso de individualismo dentro de todo um processo esquecendo de vez a importância da participação de todos eliminando iniciativas e não criando o trabalho em equipe. Às vezes, o individualismo força a existência do deixar para depois (procrastinação) e isto é algo de grande prejuízo para todos. Mas, também, há uma necessidade do reconhecimento que problemas sempre irão existir dentro de um processo. Todavia, o pensar fácil buscando a melhor solução para o momento é o grande diferencial das pessoas positivas e prontas profissionalmente para resolver qualquer problema independentemente do tamanho.

Com certeza, com uma maior conscientização, profissionalismo, sensibilidade suficiente, ações de prevenção e ação poderemos nos transformar em profissionais cobiçados pelo mercado. Caso contrário seremos somente mais um para o grande exército de profissionais e até mesmo reservas sem grandes expectativas de sucesso. As empresas existem, as pessoas existem, os sistemas existem, os processos existem, as doenças existem, todavia nos falta a consciência geral e sistêmica. Os líderes e os liderados necessitam compartilhar o mesmo objetivo para poderem caminhar rumo à certeza de grandes conquistas e grandes sucessos fazendo tudo com a simplicidade necessária sem precisar dificultar, buscando inicialmente realizar o básico para depois iniciar a utilização das técnicas necessárias para o melhor desempenho fazendo já o que for necessário com as estratégias devidas envolvendo todas as pessoas da empresa criando situações motivacionais e positivas na busca do crescimento de todos. Com isso conseguiremos eliminar de vez o individualismo exagerado responsável pelo limite de crescimento de qualquer organização ou pessoa. Precisamos pensar positivo para poder realizar transformações significativas em nossas vidas e nas vidas dos profissionais envolvidos em todo o processo, portanto, o pensar fácil realmente descomplica e só depende de nós.

Vamos refletir sobre isto?

*Flávio Guimarães é Mestre em Engenharia de Processos pela UFPA, Diretor da Guimarães Consultoria e Treinamento Empresarial Ltda., Administrador de Empresas, Especialista em Empresas Públicas e Privadas, Pós Graduado em Gestão Estratégica de Negócios, Consultor Empresarial, Pós Graduado MBA Gestão e Docência do Ensino Superior, Professor Universitário (Estácio Amazonas), Consultor do SEBRAE, articulista com o quadro Gestão e Educação no Amazon Sat e Coordenador de MBA Executivo e dos Cursos de Logística, Qualidade e Recursos Humanos e do LPG – Laboratório de Práticas em Gestão da Faculdade Estácio do Amazonas.

Fonte: Flávio Guimarães

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email