Pedidos de auxílio caem em 11 mil na semana

O número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego caiu em 11 mil na semana encerrada em 17 de novembro, totalizando 330 mil solicitações iniciais do benefício, informou ontem o Departamento do Trabalho.

Foi o menor nível desde o início deste mês e ficou em linha com as expectativas dos economistas. No mesmo período de 2006, o número de pedidos iniciais era de 322 mil.

Na semana imediatamente anterior, o total de pedidos iniciais havia ficado em 341 mil (após revisão). A média quadrissemanal (que atenua as volatilidades das leituras semanais) ficou em 329.750, uma queda de 750 pedidos em relação à média da quadrissemana imediatamente anterior, 330.500.

A média divulgada foi a menor desde o fim de outubro. No mesmo período de 2006, a média ficou em 319.500.
O número de pessoas a receber auxílio-desemprego por ao menos duas semanas cresceu em 7.000, atingindo 2,57 milhões na semana encerrada no dia 10 deste mês -data da leitura mais recente disponível. Um ano antes, o total era de 2,43 milhões. “O fato de estarmos vendo uma criação de empregos relativamente estável e um crescimento sólido dos salários é positivo. Nossa economia é resistente e flexível, e tem mostrado habilidade em absorver choques”, disse o secretário de imprensa da Casa Branca, Tony Fratto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email