PASSE ESTUDANTIL – Vereador cobra 60 lan house para o Passa Fácil

O vereador Waldemir José vai solicitar do presidente da SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos), Marcos Cavalcante, a lista das lan house que seriam utilizadas para realizar o processo de recadastramento dos estudantes no sistema Passa Fácil. Na última quinta-feira, o vereador petista visitou os terminais de ônibus 1, 3 e 4, com o objetivo de verificar o processo de cadastro de estudantes para ter direito ao passe estudantil. Acabou constando que a Prefeitura estava enganando a classe estudantil ao dizer que o recadastramento em 60 lan house instaladas em várias áreas da cidade.
Os representantes do Sinetram (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos do Amazonas) disseram que desconhecem quais são essas lan house. “Estamos esperando que o SMTU nos envie a lista com nome e endereço dessas lan house”, disse o assessor administrativo do Sinetram Hermes Soares.
Para o vereador Waldemir José, o que está acontecendo, na verdade, é que “estão criando dificuldades para o recadastramento dos estudantes, forçando o pagamento da tarifa inteira e assim faturar mais”. O estudante universitário, Francenilson Castro, era um dos usuários que estavam encontrando dificuldade para recarregar o cartão de passe estudantil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email