Passagem de ônibus deve aumentar no sábado

O prefeito Arthur Neto convocou uma reunião para o início da noite de ontem entre empresários, trabalhadores e a direção do Sistema Municipal de Transportes Urbanos. O objetivo era fazer um grande acordo em torno do aumento da passagem de ônibus. O valor já está praticamente definido: R$ 3,00. Agora falta garantir que patrões e empregados não continuem se desentendendo e afastar totalmente a possibilidade de uma greve no setor. Arthur sabe que terá desgaste com a medida e também está convicto de que, se acontecer, a partir do reajuste, qualquer movimento paredista a população terá todos os motivos para se revoltar e as consequências serão drásticas.

Briga boa

Paralelamente ao reajuste, o prefeito está de olho na eleição para a direção do Sindicato dos Rodoviários, que ocorre na quarta-feira (27). Ele liberou aliados para fazer campanha em favor da candidata Carla Núbia, que é a principal opositora dos irmãos Oliveira, atuais controladores da entidade. Este é mais um motivo para apreensão. A campanha pode ocasionar paralisações meramente políticas, como já ocorreu há alguns meses.

Gritaria

Os velhos críticos dos reajustes da passagem de ônibus já começaram a se manifestar. O deputado Francisco Praciano (PT), por exemplo, considerou um absurdo a pedida dos empresários – R$ 3,50 –, mas parece adotar uma postura um pouco mais amena, se considerados os discursos recentes dos deputados estaduais José Ricardo (PT) e Marcos Rotta (PMDB), que foram mais ácidos com o prefeito em função da iminência do aumento. Ontem, o deputado Sidney Leite (DEM) surpreendeu e entrou no time de críticos.

Teste

O governador Omar Aziz experimentou ontem um pouco do que poderá vir a experimentar a partir de 2015. Ele enfrentou cara a cara o governador paulista Geraldo Alckmin na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, debatendo a unificação das tarifas do ICMS no país. E saiu-se bem. Mostrou claramente porque tratar o Amazonas como igual neste aspecto é um desastre para a economia local e para quase quatro milhões de brasileiros amazonenses.

Desculpa ideal

Corria, ontem, a boca pequena no meio político que o prefeito Arthur Neto encontrou a desculpa ideal para abandonar o PSDB e facilitar uma eventual aliança política com o grupo comandado pelo governador Omar Aziz. A posição dos parlamentares federais de seu partido, contrários à Zona Franca de Manaus, pode ser a cereja do bolo para ele. Restaria definir o rumo. As legendas mais cotadas seriam PSB, onde ele já esteve até 1989, e o próprio PSD. Ninguém pode descartar também o Rede que está sendo criado por Marina Silva.

Estranho

Ninguém está entendendo direito a decisão do vice-prefeito Hissa Abrahão, de passar 20 dias nos Estados Unidos, participando de um curso de formação política, no momento em que seu trabalho na Secretaria Municipal de Infraestrutura deveria começar a dar resultados. Ontem, havia todo tipo de especulação sobre isso, desde um rompimento com o prefeito Arthur Neto até problemas pessoas que estariam afligindo o jovem político.

Oposição

O deputado Luiz Castro (PPS), que vinha votando na maioria das vezes a favor do governo na Assembleia, alinhou-se aos colegas da oposição, na sessão desta terça-feira (19), no voto contrário ao empréstimo de R$ 874 milhões, que está sendo contraído junto aos bancos oficiais –Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal –para investimentos no Programa de Oportunidades e na cobertura da Arena da Amazônia. Marcelo Ramos (PSB) e José Ricardo (PT) foram os outros dois votos contrários.
Modernidade

Os gestores municipais têm um motivo a menos para atrasar as prestações de contas anuais. Prefeituras, Câmaras e órgãos da administração indireta dos municípios do interior já podem enviar seus relatórios para o site E-Contas no portal do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). O link do E-Contas já está disponível no endereço: www.tce.am.gov.br.

Busão Legal

Nem só de más notícias vive o Amazonas. Ontem foi lançado o projeto “Busão Legal”, desenvolvido pela empresa Açaí Transportes, com apoio do governo. Ele consta de palestras de capacitação a motoristas e cobradores das linhas que atendem os usuários do Centro de Convivência do Idoso, na Aparecida. O objetivo é atender melhor o pessoal da terceira idade.

Azul

Uma caminhada que vai iniciar na Câmara Municipal e se encerrar na Catedral de Nossa Senhora do Carmo, no dia 2 de abril, Dia Mundial da Conscientização do Autismo será a primeira grande atividade da União Pelo Autismo de Parintins (Upapin). A maior igreja da ilha vai ficar azul. Não por ser torcedora do Caprichoso, mas porque o azul foi definido como a cor símbolo do autismo, devido a síndrome ser mais comum em homens, na proporção de 4 meninos para cada menina.

Madrinha

A ex-miss Brasil Latina 2012 Karyne Medeiros é uma das madrinhas da recém-criada Upapin. A instituição tem por objetivo ajudar a descobrir e encaminhar para tratamento os autistas que vivem em Parintins e nas comunidades que formam o município. Enquanto Karyne divulga em Manaus a Upapin, o casal Rondinelly e Márcia administram a entidade em Parintins que já tem pela frente o primeiro grande evento que vai ser colorir de azul a Catedral, no dia 2 de abril.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email