Páscoa mais amarga para o comércio com restrições econômicas

A Páscoa deste ano, que acontece dia 12,  não vislumbra um cenário otimista por entidades do comércio. Sem estimativa de crescimento com a economia sucumbindo, dada as circunstâncias por conta do novo coronavírus, a percepção muda o panorama de uma das datas que aquecem as vendas no comércio. 

Ralph Assayag, presidente da CDL-Manaus (Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus) diz que  antes da pandemia foi realizado um levantamento com a projeção de crescimento em cima da quantidade de chocolates que seria disponibilizado pelos lojistas, além da tonelada, mas que o  quadro mudou completamente.

“Para se ter uma ideia, os shoppings que vendem produtos e possuem franquias de chocolates, não sabem o que fazer, porque o local está sem operar. Fica difícil falarmos sobre esse tipo de levantamento porque o foco é trabalhar pela saúde e pela manutenção dos empregos”, enfatizou. 

Ralph explicou que o momento é de diálogo com os lojistas sobre a realidade da situação. Além de destacar que tem acompanhado o que o governo federal está elaborando para manter as lojas em pé porque fechada já está.

O presidente enfatizou que as vendas terão uma queda significativa,  “aliás, isso já está acontecendo. Os supermercados que a princípio estariam abertos fazendo as vendas desses produtos mensuram uma perda de até 40%”. 

No mesmo tom, o presidente da ACA ( Associação Comercial do Amazonas), Ataliba Filho,  endossa que o atual cenário está difícil para o comércio e serviços, principalmente a média e pequena empresa que não tem “muita gordura pra queimar” e que o caminho a ser trilhado envolve o lado institucional com acesso a linha de crédito para uma sobrevida. 

“A expectativa depende muito deste canal de interlocução com os gestores para que crie caminhos possíveis para os diversos segmentos possam sobreviver a esse cenário.

Quanto aos supermercados, drogarias, materiais de construção, artigos elétricos, borracharia e agora lojas de implementos agrícolas são setores essenciais da nossa economia mas que com o decorrer do período de isolamento vão sentir também pela queda do poder aquisitivo dos consumidores”, complementou. 

Muitos empreendedores que aproveitam a data para lucrar também devem sofrer com o impacto. “Muitas lojas na área central que trabalham com produtos ligados à data como artesanatos, papelaria, venda de barras de chocolates, não terão como vender o material porque estão fechadas. Vamos ter uma Páscoa diferente. Existe a venda online que eu acho que ajude um pouco. Mas acreditamos que a Páscoa está sacrificado este ano”,  disse o presidente da FCDL-Amazonas (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Amazonas), Ezra Azury Benzyon, lembrando que o tradicional almoço em celebração a data, que reúne a família e a troca do amigo doce estão comprometidos por consequência da pandemia. 

Vendas online

Diante do cenário, a demanda considerada boa para o setor frente às produções de chocolates que estavam a todo vapor, fez a empresa Cacau Show  interromper no último dia 23 a sua produção que fechou cerca de 15 milhões de ovos de Páscoa.  

A empresa disse ao Jornal do Commercio que não tem como prever uma estimativa de vendas. Mas que estão vivendo um dia após o outro, dedicando e colocando todos os esforços para reduzir qualquer prejuízo para o negócio e dos seus franqueados.

Para driblar esse contexto de retração, a empresa está usando e crescendo no serviço de delivery, por meio do site (que pode ser acessado pelo link https://lojavirtual.cacaushow.com.br/), atendendo todo Brasil e estão criando mecânicas promocionais para os clientes: até o dia 05/04, todas as compras poderão ser parceladas em até 6x sem juros, com parcelas mínimas de R$ 30,00, e as compras a partir de R$ 99,00 ganham frete grátis. Além disso, pretendem  realizar a doação tradicional de 300 mil ovos de Páscoa, e já doaram R$ 1,4 milhões de chocolate em todo Brasil, destinado a área da saúde, reunindo hospitais, postos de saúde, hemocentros e clínicas intensivas. Contando com a parceria de todas as redes neste momento, alguns franqueados também estão fazendo ações de drive-thru onde o cliente faz o pedido e passa na loja para retirada, muitas vezes não tendo nenhum contato e a compra é colocada direto no porta-malas do carro.

Já que a recomendação é ficar em casa o Pátio Gourmet montou uma estrutura especial para ajudar quem quer presentear os amigos e familiares com os tradicionais ovos da Páscoa, com a vantagem de não precisar sair de casa e contando com uma série de novidades, com opções para todos os paladares. A empresa está disponibilizando números de whatsapp para que as pessoas enviem mensagem com os pedidos. Em seguida, basta marcar o dia e hora para ir até uma das duas unidades do supermercado – na avenida Djalma Batista ou no Conjunto Morada do Sol – para efetuar o pagamento e retirar o pedido, de forma simples e rápida. Os números são: Pátio Djalma Batista (92) 98437-4329 e 98425-3618; Pátio Morada do Sol (92) 98438-0970 e 98438-3793.

Entre as novidades do supermercado para esta Páscoa está o ovo com recheio de crumble, preparado com frutas ou oleaginosas envolvidas em chocolate. Tem as opções de crumbel de chocolate branco com granola e negresco. Para quem prefere os sabores tradicionais ou tem algum tipo de restrição alimentar, tem os ovos de brigadeiro, ao leite, branco, meio amargo e diet. Alguns ovos vêm com bombons de chocolate maciço.

Outra tendência que chega com força total nesta Páscoa é o ovo de chocolate caramelo. Na Páscoa do Pátio Gourmet, os clientes também encontrarão barrinhas nos sabores ao leite, branco, meio amargo e de chocolate rubi, preparadas a partir de grãos de uma espécie de cacau encontrado exclusivamente na Costa do Marfim. Esse chocolate possui uma coloração rosa e um sabor intenso, sem adição de aromas ou corantes.

Um dos grandes diferenciais dos ovos preparados no Pátio Gourmet é que todos foram produzidos com chocolate belga, reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo. Além disso, todos os ovos possuem embalagem especial que completam a beleza das iguarias.

Fonte: Andreia Leite

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email