Páscoa incrementa renda de fábrica de chocolate e artesãos

Às vésperas da Páscoa, as fábricas de chocolate de Manaus já se preparam para iniciar a fabricação do produto. A produção iniciou na última segunda-feira, 22, na Oiram Chocolates, onde a expectativa de crescimento nas vendas deste ano é de 20% em comparação ao ano passado. Para a temporada de 2010, a fábrica aposta na redução dos preços dos produtos.
De acordo com o proprietário, Mário Fogaça, este ano a intenção é vender ovos de chocolate mais novos. “Decidimos iniciar um pouco mais tarde a produção para termos produtos mais frescos nas proximidades da Páscoa”, afirmou.

Para atingir uma parcela maior de clientes, o empresário informou que os turnos também serão dobrados e 30 funcionários foram contratados temporariamente para atenderem as demandas do público. Entre os selecionados estão pessoas para a fabricação, artesãos e empacotadores.
Fogaça disse acreditar que a grande aposta para a Páscoa desse ano está no próprio chocolate. “Cerca de 70% dos ovos vão ser recheados com polpa de cacau, tudo isso para agradar aos profundos conhecedores de chocolate. Além disso, os custos se tornam bem mais baratos para os consumidores”, enfatizou.

Ainda com o objetivo de aumentar a carteira de clientes e tornar a empresa ainda mais competitiva no segmento durante a época pascal, a Oiram Chocolates vai lançar uma linha de produtos denominada Cacau Manaus. “Entre os produtos estão chocolates, ovos, tudo de primeira qualidade para nos fortalecermos no mercado”, destacou.
Para o empresário, existem muitas dificuldades para manter-se no setor. “Uma fábrica de chocolates não requer só criatividade da mão de obra, mas também um espaço físico para abrigar todos os materiais e, para isso já possuímos um barracão com aproximadamente 450 metros quadrados”, observou. “Tudo isso para ajudar a crescer a produção durante as temporadas de Páscoa”, completou.

Renda extra

O período de Páscoa não traz lucros apenas para as fábricas de chocolate, mas também para os artesãos que costumam fabricar cestas, pacotes e demais embalagens para os ovos de chocolate. Segundo a professora de artes plásticas Joana Santos, a temporada é sempre uma oportunidade para aumentar a renda e poder colocar seu nome no mercado.

Joana contou que começa a receber as encomendas a partir do primeiro domingo da Quaresma. “Como a maior parte dos meus clientes é da Igreja, aos domingos sempre tem alguém querendo encomendar as embalagens, seja para festinhas normais ou para aniversários”, destacou.
Entre as embalagens feitas por Joana, as que registram maiores demandas são coelhinhos, cenourinhas. “A maioria dos aniversários que acontecem nessa época têm como lembrancinha coelhinhos. É praticamente uma febre”, salientou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email