Partilha é vencedora do Festival

Canção de Armando de Paula e de Aníbal Beça foi a grande vencedora do evento

A canção “Partilha”, composta por Armando de Paula com Aníbal Beça e interpretada por Jackie Santos, foi a grande vencedora da mostra competitiva do Festival Amazonas de Música, que terminou na noite do último sábado (27), no Teatro Amazonas. Ainda no sábado, o município de Itapiranga (distante 227 quilômetros de Manaus) foi o sorteado para sediar a 6ª edição do Festival, que será realizado ano que vem. No ano passado o festival aconteceu em Parintins (distante 369 quilômetros da capital). O Festival Amazonas de Música e todas as atividades do evento são realizados pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, Itapiranga já tem uma intensa atividade cultural, o que facilita a realização de um festival naquele município. “Faríamos o festival em qualquer cidade a ser sorteada, mas Itapiranga foi uma grata surpresa, pois as atividades culturais já tomam conta da cidade faz tempo. Lá existe um belíssimo coral infantil e a realização de um festival de música é um incentivo a mais para a profissionalização dos artistas daquele município”, afirmou.
O cantor e compositor Nicholas Júnior ficou com o segundo lugar da mostra competitiva, com a canção “Memórias do Alentejo“. Já o terceiro lugar dessa modalidade foi de Gil Valente, compositor e intérprete da música “Índios Urbanos”.
Foram entregues ainda os prêmios de voto popular a Júnior Bahia, que interpretou a música Pétrea. Jakie Santos levou ainda o prêmio de melhor intérprete e Salomão Rossy o de melhor canção, com a música “O criador e a Criação”.

Homenagem
O encerramento da 5ª edição do Amazonas Festival de Música contou ainda com o show do Grupo Carrapicho, que este ano completou 33 anos de carreira. O líder do grupo, Zezinho Corrêa foi o grande homenageado desta edição do festival. O Carrapicho se apresentou por mais de uma hora, relembrando os principais sucessos que marcaram a sua carreira no Brasil e no exterior. “Já fomos homenageados em vários países, mas nada supera a felicidade de receber essa homenagem dentro da nossa casa. Estou verdadeiramente emocionado e posso falar com toda a certeza que fazia muito tempo que não ficava tão nervoso antes de subir em um palco”, afirmou Zezinho Corrêa antes da apresentação.

Por dentro

MÚSICAS NA DISPUTA

música COMPOSITOR
Amor Açu Kelly Beatriz Amor Ímpar João Pereira
Antes de Dormir Marcos Chaves
Arte Adalberto Holanda
Boto Sonso Lílian Mendonça
Caboclo de Barro Iranildo Maquiné e Raimunda Valdecy
Canção do Vento Lucevilson Araújo
Cinzas de Carnaval Miguel Faria
Correria Paulo Vinícius Ribeiro
Espantando Mágoas Raimunda Celestina
Folha Branca Franklin Encarnação Ícaro e o Vento Rubenilson Muniz
Índios Urbanos Gilberto Valente
Inventário de Um Poeta Rubem Lima
Malandro Afiado Carlos Rodrigues Junior
Manauera Idevan Santos
Memórias do Alentejo Nicolas Junior
Meus Pensamentos Arístoteles Navegante
O Criador e a Criação Salomão Rossy
Partilha Armando de Paula
Pétrea Antônio Costa
Procura José Torres Filho
Querubim Alberto Cristiano Souza de Moares
Sabedoria Popular Ketlen Nascimento Sonho dos Mortais Lucio Moutinho Amoedo
Sopro Celdo Braga
Toca do Coelho Roberto Dibo e Carlos Coelho
Universitária Geandro Farias
Vagalume Violeiro Eder de Oliveira
Way Carlos Batata

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email