Partidos se movem na expectativa de segundo turno

Partidos políticos já começam (nos bastidores) a costurar novas alianças para apoiar os dois candidatos que irão ao segundo turno das eleições em Manaus. Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto, tudo indica que o governador Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante) serão os prefeituráveis que decidirão a corrida eleitoral na segunda fase da disputa na capital.

O deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD) e o deputado federal José Ricardo Wendling, representante da aliança entre PT, PSTU, Rede e PCdoB, cresceram durante a campanha e estão tecnicamente empatados na preferência do eleitorado manauara, de acordo com os últimos números levantados sobre a performance de cada candidato em relação aos sentimentos dos eleitores.

Mas o que fará mesmo diferença nas eleições será o voto dos indecisos na hora da votação, segundo analistas políticos. A impressão é que os números divulgados pelas pesquisas não serão capazes de convencer o eleitor ao decidir em quem depositar o seu voto nas urnas, já que o ceticismo é grande nesses tempos de muita corrupção nas três esferas do poder.

“Hoje, o eleitor está muito mais cético e vê os políticos como sinônimos de corrupção, desvio de recursos, jogo de interesses escusos, para ver quem leva a melhor na manutenção do poder e do status quo”, avalia o sociólogo Luiz Antônio Nascimento, professor da Ufam (Universidade Federal do Amazonas).

Praticamente, todos os candidatos que estão nos últimos lugares das pesquisas põem em xeque a credibilidade do que dizem as pesquisas. Para o coronel Alfredo Menezes (Patriota), amigo íntimo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), esses levantamentos são tendenciosos, não refletem a realidade. E apenas procuram induzir os eleitores em quem votar, ressalta ele.

“Nos últimos dez anos, nunca vi uma pesquisa do Ibope acertar sobre um candidato que se elegeu no Amazonas”, dispara o coronel Menezes, ex-superintendente da Suframa, um prefeiturável que teve apoio declarado de Bolsonaro à sua campanha na corrida eleitoral pela prefeitura de Manaus.

O seu bordão ‘tenho o DNA’ do presidente’, uma estratégia para convencer o eleitor de que ele é, realmente, o candidato preferido do presidente da República, não decolou durante a campanha eleitoral. Até a última pesquisa de intenção de votos, amargava ainda 8% na preferência do eleitorado manauara.

Da mesma forma, o Capitão Alberto Neto (Republicanos), outro  que se diz um legítimo representante do clã Bolsonaro no Amazonas, também não avançou tanto. E acabou trombando com o coronel Alfredo Menezes, alegando na Justiça que o ex-superintendente usava indevidamente a imagem do presidente na sua campanha.

Agressões à parte, a estratégia dos dois candidatos se limitou a defender as mesmas propostas de Bolsonaro, o que não lhes rendeu muito em termos de maior aceitação, empatia, junto ao eleitorado.

Força dos jovens

O cientista político Carlos Santiago prevê que haverá uma renovação nos meios políticos do Amazonas, principalmente em Manaus. Segundo ele, nunca se viu tantos  candidatos jovens disputando um cargo público como agora em 2020.

“São muitos candidatos que se colocam como novos na política, mas não significa que eles não tenham tido oportunidade de exercer um cargo de importância no poder público ou de importância social como professores, delegados, líderes sociais. Pode ser a primeira candidatura, mas têm uma bagagem importante”, afirmou.

Para ele, a renovação de muitos nomes na Câmara Municipal, nestas eleições, será muito importante, principalmente porque muitos dos vereadores que já estão há muito tempo com mandato tendem a não exercer suas funções com eficiência.

“Os eleitos há muito tempo acabam deixando de atuar, de cobrar. Isso acaba diminuindo o papel da Câmara e dos vereadores. É necessária essa renovação de pautas, de pessoas, não só mudar o nome dos parlamentares, mas de posturas também”, analisou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email