Pesquisar
Close this search box.

Participantes de Encontro de Turismo visitam BIC e CBA 

Participantes do 8º Encontro da Rede Brasileira de Observatórios de Turismo (RBOT), que ocorre em Manaus até amanhã (30), deram sequência à programação do evento nesta quarta-feira (29) com visitas técnicas ao Centro Cultural dos Povos da Amazônia, à fábrica da BIC Amazônia S/A e à sede do Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA), todos localizados no Distrito Industrial da capital amazonense. As visitas à BIC e ao CBA ocorreram, especificamente, no âmbito do Programa Zona Franca de Portas Abertas, que é coordenado pela Suframa. 

Os visitantes são representantes de observatórios de turismo de estados e municípios de todas as regiões do País, como Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Piauí, Maranhão, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, entre outros. 

Visitas

Na BIC, estreante no programa Zona Franca de Portas Abertas, o grupo assistiu a uma apresentação institucional e também visitou linhas de produção a fim de conhecer o funcionamento e a estrutura de uma das mais tradicionais empresas do PIM, responsável pela fabricação de artigos de papelaria, isqueiros e barbeadores, entre outros produtos.   

A BIC acumula mais de 50 anos de operação contínua em Manaus e é também referência em práticas de sustentabilidade no âmbito da indústria regional. Sua planta conta com uma área construída de 50 mil metros quadrados e tem mais de mil colaboradores empregados. 

Já na visita ao Centro de Bionegócios da Amazônia, que contou também com a participação de representantes do Ministério do Turismo e da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), os visitantes assistiram, inicialmente, a uma apresentação realizada pela  diretora de Bioeconomia,  Andrea Lanza de Melo, e pelo diretor Administrativo-Financeiro, Carlos Henrique de Souza, que destacaram, entre outros assuntos, a busca pela diversificação da matriz econômica da região a partir da utilização racional dos insumos regionais para gerar novos produtos e negócios. Na sequência, o grupo também visitou os laboratórios de Materiais e Energia, Produtos Naturais e Bioinsumos. 

Impressões

De acordo com a representante do Observatório de Turismo de Olímpia (SP), Luana Palma, que integrou o grupo de visitantes na BIC, o entusiasmo dos colaboradores da empresa fez toda a diferença na atividade. “Fiquei impressionada com a receptividade da equipe da fábrica da BIC e com a forma entusiasmada que os funcionários explicaram o modo de produção. Nunca mais vamos olhar para uma caneta, lápis, isqueiro ou barbeador da mesma forma. Agora vamos lembrar de todo o processo produtivo que envolve a  fabricação desses produtos”, disse Luana. 

Para a coordenadora do Observatório de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), professora Márcia Raquel Cavalcante, foi muito importante apresentar aos representantes dos observatórios de todo o país o modelo Zona Franca de Manaus num programa de turismo industrial, o Zona Franca de Portas Abertas. “Os participantes do 8º Encontro da RBOT tiveram a chance de conhecer um pouco mais sobre o Polo Industrial de Manaus e sua importância para a economia da região, em especial para a Universidade do Estado do Amazonas, uma vez que os recursos da UEA advêm do faturamento das empresas incentivadas da ZFM”, destacou a professora.

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar