18 de maio de 2021

Parlamento Amazônico elege vice-presidentes nesta quinta

O Parlamento Amazônico (Parlamaz) reúne-se remotamente nesta quinta-feira (4), às 10 horas, para a eleição dos vice-presidentes no biênio 2021-2022.

Presidido pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), o grupo reúne representantes de Brasil, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela, Guiana, Suriname e Equador. O objetivo do parlamento é estabelecer políticas integradas entre os países, estreitando as relações sobre questões relacionadas à Amazônia e promovendo a cooperação e o desenvolvimento sustentável da região.

Criado em 17 de abril de 1989, o Parlamaz funcionou alguns anos, mas acabou desmobilizado. A ideia de reativá-lo surgiu no no passado, após uma reunião dos países-membros na Embaixada do Equador.

Trabalho interrompido

Após a criação em 1989, o Parlamaz funcionou por alguns anos e acabou desmobilizado. Foi reativado em 2001, com nova paralisação nos anos seguintes. Em novembro de 2004, houve nova tentativa de reativação.

Em abril de 2008, o Senado contou com representante na reunião do Parlamaz ocorrida em Lima, no Peru. Em julho do mesmo ano, o Congresso Nacional sediou reunião do Conselho Diretor do Parlamaz, o que reanimou as atividades do colegiado. Desse encontro resultou a Carta de Brasília.

Membros do Parlamento Amazônico

Brasil: senadores Nelsinho Trad, Eduardo Braga (MDB-AM), Plínio Valério (PSDB-AM), Paulo Rocha (PT-PA) e Telmário Mota (Pros-RR); deputados Marcelo Ramos (PL-AM), Léo Moraes (Podemos-RO), Perpétua Almeida (PCdoB-AC), José Ricardo (PT-AM) e Camilo Capiberibe (PSB-AP).

Bolívia: Marta Ruiz Flores, Sara Kattya Condori, Carlos Hernán Arrien Aleiza, Alcira Rodríguez, Ana Meriles e Genaro Adolfo Mendoza.

Colômbia: Germán Alcides, Blanco Álvares, Harry Gonzalez, Henry Correal, Juan David Velez, Maritza Martinez, Harold Valencia, Carlos Cuenca e Jorge Guevara.

Equador: Fernando Flores e Carlos Cambala.

Guiana: Manzoor Nadir.

Peru: Gilmer Trujillo Zegarra.

Suriname: Marinus Bee.

Venezuela: María Gabriela Hernández Del Castillo e Romel Guzamana.

Com informações da Agência Câmara de Notícias e da Agência Senado

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email