Paralisação recebe adesão de 27% dos funcionários em todo o país no 2° dia

A greve nos Correios chega ao segundo dia com 27% dos trabalhadores em todo o país parados -cerca de 29.430 dos 109 mil empregados da companhia-, segundo informações da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos).
De acordo com a assessoria de imprensa da companhia, ainda não há carga parada, mas os serviços Sedex 10, Sedex Hoje, Sedex Mundi e Disque-Coleta foram interrompidos. Além disso, a garantia de prazo do Sedex, que continua em operação, está suspensa.
Os Correios apresentaram ontem uma nova proposta para os representantes dos funcionários. Segundo o coordenador do comando de greve da Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios), Emerson Vasconcelos da Silva, a proposta, que vale para dois anos, inclui um reajuste salarial de 9%, retroativo a agosto.
Além disso, a oferta inclui aumento linear de R$ 100, e elevações neste ano e em 2010 no vale-refeição e no vale-cesta. Também haverá aumento, de acordo com Silva, no reembolso creche e no auxílio para filhos dependentes de cuidados especiais.
A categoria vai se reunir hoje em assembleia, a partir das 15h, para discutir se acata a proposta ou prossegue a greve. Os funcionários dos Correios estão parados em 21 Estados.
Em entrevista após a reunião com o comando de greve, o diretor da ECT Pedro Magalhães, afirmou que o encontro foi bom e que a proposta deve ser aprovada pelos trabalhadores. ‘A aceitação à proposta foi boa e nós acreditamos que ela será aprovada”, disse.
A pauta da Fentect reivindica, entre outros itens, aumento salarial de 41% (que seria para recompor perdas salariais históricas), aumento linear de R$ 300 em todos os holerites, redução da jornada de trabalho sem redução de salário e contratação de mais servidores via concurso.
Segundo estudo da ECT, porém, se as reivindicações dos trabalhadores em greve fossem atendidas, o custo para a empresa seria de cerca de R$ 54 bilhões por ano, valor quase cinco vezes maior que a receita anual da estatal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email