18 de abril de 2021

Para Mendes, Justiça Eleitoral é fraca com governos estaduais e federal

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, disse hoje que a Justiça Eleitoral é muito “compreensiva” com representantes dos governos federal e estaduais que desrespeitam a legislação

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, disse hoje que a Justiça Eleitoral é muito “compreensiva” com representantes dos governos federal e estaduais que desrespeitam a legislação.
“Eu tenho a impressão de que nós somos muito rigorosos em relação aos prefeitos e aos vereadores e já somos muito mais compreensivos em relação ao governador e às autoridades federais. É preciso que a Justiça Eleitoral tenha um único critério”, disse.
Mendes fez a declaração depois que jornalistas pediram a ele que comentasse a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de sua candidata à Presidência, a ex-ministra Dilma Rousseff (PT), e do candidato do PSDB ao cargo, o ex-governador paulista José Serra, em eventos que contaram com financiamento público.
Lula e Dilma estiveram em eventos do Dia do Trabalho promovidos por centrais sindicais que receberam verba de estatais como Banco do Brasil e Bndes (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
Já Serra, compareceu a encontro realizado por uma igreja evangélica em Santa Catarina que contou com repasses do governo daquele Estado e da Prefeitura de Camboriú, ambos administrados por tucanos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email