Para Lupi, desemprego termina ano abaixo de 7%

O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) deve encerrar os meses de agosto, setembro, outubro e novembro com recordes mensais consecutivos de empregos formais no mercado de trabalho brasileiro. A previsão é do ministro do Trabalho Carlos Lupi. Ainda de acordo com Lupi, a taxa de desocupação (desemprego) deve encerrar o ano em patamar abaixo de 7%.
Lupi fez os comentários ao analisar o desempenho da PME (Pesquisa Mensal de Emprego) anunciada ontem pelo IBGE, que mostrou o melhor mês de julho para o mercado de trabalho em oito anos. “Isso mostra que a economia brasileira esta indo muito bem”, afirmou.
Ele admitiu que o mês de julho nos dados do Caged mostrou um patamar de população ocupada cujo desempenho foi influenciado para baixo, por fatores sazonais. “Agora isso já passou e teremos agosto, setembro, outubro e novembro com recorde (em empregos formais)” afirmou. Ele reiterou que a meta do governo de acréscimo de 2,5 milhões de empregos formais em 2010.
Entre os setores que puxarão o desempenho dos empregos formais este ano esta o de construção civil, serviços e indústria. “O setor industrial esta reagindo muito bem e a partir de agosto teremos comercio, atacado e varejo, muito forte, devido as contratações de final de ano”, disse.
O ministro minimizou os sinais de acomodação observados na produção industrial no final do segundo trimestre. “Não foi nem um soluço, foi um respirar fundo para pegar fôlego. A indústria e um setor que tem um diferencial, um peso muito forte nas regiões Sul e Sudeste, e os maiores salários. Mas quantitativamente, no porcentual total de empregos gerados, não tem uma importância tão forte. Mas a indústria esta retornando em ritmo de crescimento muito forte, e acho que vamos vivenciar em 2010 o melhor ano da indústria em geração de emprego” disse.
O ministro participou de evento no final da semana no Rio, no Teatro Carlos Gomes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email