11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Panificadoras gaúchas investem em administração eficiente

As panificadoras apresentam uma característica muito específica: integram simultaneamente os setores da indústria e do comércio, fazendo com que empresários deixem de lado a gestão dos negócios

Focados na premissa de que a gestão de qualidade é um dos diferenciais nos negócios, empreendedores do setor de panificação da região dos vales do Taquari e do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, iniciaram ontem um projeto que proporcionará a realização de diagnósticos gerenciais em oito empresas.
A ação, promovida pelo Sebrae no Rio Grande do Sul, por meio do projeto Pólo Regional de Panificadoras dos Vales do Taquari e Rio Pardo, será realizada através de visitas individuais de um consultor.
De acordo com a gestora do projeto Pólo Regional de Panificadoras dos Vales do Taquari e do Rio Pardo, Patrícia Moraes, a realização dos diagnósticos gerenciais é essencial para a definição de prioridades e implementação de ferramentas para a busca da qualidade no processo administrativo das empresas.
“As panificadoras apresentam uma característica muito específica: integram simultaneamente os setores da indústria e do comércio. Dentro dessa realidade, percebemos que muitos empresários acabam deslocando grande parte de seus esforços para as áreas técnica e operacional, deixando de lado a gestão de seus negócios”, afirmou Patrícia.
O principal benefício do diagnóstico gerencial, conforme o consultor Carlos Lopes, responsável pela elaboração dos diagnósticos, é a possibilidade de realizar um trabalho personalizado, dentro das dependências da própria empresa. “O trabalho conjunto entre empresas e consultores é muito benéfico, pois amplia a visão de aspectos internos que, muitas vezes, não são percebidos”, ressaltou.
Lopes explica que a ação terá início em um encontro individual entre os profissionais e consultores do Sebrae/RS, nos próprios empreendimentos. “O primeiro contato é fundamental para a coleta de dados necessários à formatação do diagnóstico. Essa etapa deve ser concluída em sete dias úteis. Ao finalizarmos esse processo, deveremos realizar um encontro coletivo para a divulgação dos dados consolidados. Posteriormente, será realizado um encontro individual para a devolução do diagnóstico final”, explicou.
Durante o processo de coleta de dados, serão analisados e debatidos tópicos como: controles financeiros, processos de gestão administrativa, processos de gestão de recursos humanos, produtividade da empresa, relacionamento da equipe, importância da utilização de sistemas de indicadores, política de desenvolvimento de produtos e relação com fornecedores, entre outros.
O grupo integra o Codepan (Comitê de Desenvolvimento das Padarias e Confeitarias) Vales do Taquari e do Rio Pardo, que contempla empresas de Lajeado, Arroio do Meio e Estrela. O comitê, por meio de seus parceiros, oferece suporte aos empresários para definição do planejamento do setor nos municípios, capacitações, seminários e ações de acesso e ampliação de mercado, estimulando o crescimento das padarias.
Os Codepans são impulsionados no Estado por: Sebrae/RS, Sindipan (Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado), Sinditrigo (Sindicato da Indústria do Trigo do Rio Grande do Sul) e Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem lndustrial). Os grupos são desenvolvidos nas regiões Sul, Vales do Taquari e Rio Pardo, Metropolitana de Porto Alegre e Serra Gaúcha.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email