Palestra revela técnicas para aumento da lucratividade

O Sistema Fecomercio/Am (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas) realizou na noite de ontem uma palestra com o tema Governança Corporativa, uma comemoração ao dia do empresário do comércio.
A palestra, ministrada pelo contador e membro do Comitê de Finanças e Contabilidade do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, Ronaldo Saunier, abordou assuntos como as preocupações para garantir a união de empresários, colaboradores e consumidores dos diferentes segmentos de comércio. O palestrante ainda indicou técnicas para aumentar a lucratividade das instituições.
De acordo com Saunier, palestras como essa servem para melhorar as decisões de aprimoramento de gestão para manter a boa trajetória da empresa. “Em eventos desse tipo, os participantes saem satisfeitos, pois estão cientes de recomendações práticas para melhorias nas práticas de gestão”, enfatizou.
Para fugir de períodos de instabilidade financeira, o contador disse acreditar que os empresários devem manter o foco na diferenciação do segmento em que atua, adquirir fontes de financiamento e ter transparência para melhorar o processo de gestão.
Já no que diz respeito a se sobressair no ramo de atuação, a empresa devem investir em produtos de divulgação. “Para que o público-alvo tenha conhecimento da empresa, é necessário que esta se faça conhecida no mercado. E, para fazer isso, ela pode buscar novos parceiros para tornar a estrutura de negócios mais encorpada”, comentou o palestrante, ao dizer que Manaus tem mercado com repercussão para atravessar momentos de crise.
Ainda segundo Saunier, entre as principais dificuldades que os empresários de comércio enfrentam hoje em dia, está a obtenção de crédito, já que as empresas têm necessidade de capital de giro para formação de administradores.
Como dica para equilibrar receitas e despesas, os empresários do comércio devem desempenhar funções para que ocorra melhora no relacionamento interno, agregando valores as idéias propostas por funcionários e colaboradores. Além disso, o contador também avisou que as organizações mantenham elos com suas fontes de fornecimento, o que gera mais interação com o público consumidor.
Conforme Saunier, para que os empresários do comércio gerem emprego não é necessário haver 100% de redução de custo. O empresário contou que houve uma forte queda no nível de emprego, pois 30% da população mundial sofreu os impactos da instabilidade financeira.
Na opinião do contador, o ideal é que as empresas não parem com a geração de empregos. “Na área comercial, o investimento de hoje é o emprego de amanhã, o que dá para as organizações maiores e melhores parcerias e maiores prazos de sustentabilidade”, declarou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email