Com a distância física de tantas pessoas que amamos, com tantas perdas próximas ou próxima de nossos próximos, com o isolamento importante a ser respeitado, as palavras carregam um peso ainda maior, quando muitas vezes é a única forma de expressarmos nosso carinho, nossa generosidade e até mesmo alimentar nossos pensamentos de otimismo, fé e esperança por dias em que o abraço ajude a acalmar os corações aflitos.

Este artigo vem com uma vontade de deixar escrito palavras que simbolizem que se as palavras tem poder, as palavras positivas podem mudar vidas e transformar tristeza em esperança, sonhos em metas, ideias em projetos.

Através das palavras a inovação existe, as palavras moldaram a história, forneceram inspiração, tornaram pessoas ricas, estreitaram distância, orientaram povos. Que tal tornar suas palavras em fonte de cura e encorajamento para sua vida e para os seus.

Lembro de um poema de Polly Rupe que diz: “O orvalho é para flores aquilo que as palavras são para a alma. Elas são a benção para quem as oferece e tão preciosas para quem as recebe que jamais deveríamos nega-las. Palavras gentis, ditas de maneira amável, são um consolo para as mentes aflitas. Por outro lado, laços de amor são cortados por palavras duras.” 

Este poema é uma referência para pensarmos como estão as nossas palavras? Como eles tem chegado até as pessoas? Como as suas palavras tem fortalecidos inclusive a si mesmo? 

Mantermo-nos atento ao que dizemos pode evitar conflitos desnecessários, brigas sem motivos, pois as palavras descuidadas podem provocar reações inimizades sem razão. As palavras “mal ditas”, podem ser “malditas” e arruinar uma vida. As palavras amargas podem instalar o ódio e separar amores que durariam anos de alegrias.

Na mesma intensidade, palavras podem impulsionar para grandes feitos, motivar e iluminar o dia. Palavras amorosas, gentis, bondosas podem trazer cura, diminuir o medo e acalentar o coração.

Você já deve ter escutado falar que a boca fala de que o coração está cheio. Certo? Então, esta leitura também acaba por estimular você a encher o coração de esperança, mesmo diante de todas as dificuldades, pois acreditar que pode ser diferente já será um primeiro passo para proferir palavras de quem crê que tudo será melhor e diferente logo. Encher seu coração de fé, mesmo diante de toda sensação de impotência, pois é pela fé que o impossível se torna possível. Encher o coração de gratidão, mesmo diante das dores, pois sendo grato ao que temos que vamos abrindo espaço para o mais e melhor.

Ao pensar sobre isto, lembro de que Freud experimentou várias técnicas na tentativa de ajudar seus pacientes e uma das suas maiores descobertas foi constatar que bastava conversar com seus pacientes fazendo com que o discurso livre fluísse, para a “verdade” aparecer em meio a associação livre de suas palavras. Este é um olhar de que nossas palavras revelam quem somos. Mesmo quando estamos tentando esconder nossos sentimentos, as palavras acabam por revelar o que está dentro de nós.

Por isto, podemos pensar que se você quer ser um líder melhor, seja uma pessoa melhor e maneira como irá se comunicar com os seus liderados será muito melhor. Se queremos ser profissionais melhores, precisaremos das palavras que expressem nossas competências, habilidades, atitudes e estas estarão em nós e não somente em nossos discursos de palavras vazias. Se pensamos em ser amigos, pais e filhos  podemos respeitar o poder das palavras e escolher com cuidados com o que diremos para cada uma dessas pessoas.

Podemos viver um vida em que escolhemos dizer obrigada, desculpa, o erro foi meu, parabéns, que bom que você existe, bom dia, fique bem e tantas outras palavras significativas de afeto e consideração que mudarão a maneira como nos sentimos e como nos relacionamos conosco, com os outros e com o mundo.

Mesmo quando você não sabe o que dizer, pense em opções alegres pois elas representam milagres e as use com uma adequada postura, um tom de voz compatível e por vezes com o silêncio que fala o que não precisa ser dito, mas as “palavras” já estarão ali.

Posso até ensaiar uma lista que nos ajude: encoraje, expresse gratidão, elogie, reconheça o que a pessoa fez, parabenize, ensine, compartilhe informação, ofereça conforto, anime, celebre as conquistas dos outros, mostre interesse, demonstre confiança, honre, mostre que se importa, oriente, peça desculpas, perdoe, ofereça ajuda, fale a verdade, destaque o que é bom, reforce o positivo, preste atenção, seja gentil, encontre pontos comuns. Bem, ser bom nem sempre é fácil, mas é possível escolher ser bondoso com as palavras e alimentar-se do bem.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email